Províncias

Projectos sociais melhoram vida dos habitantes

Valter Gomes| Uíge

A construção de escolas, unidades sanitárias e a instalação de rede eléctrica e de sistemas de distribuição de água potável estão a contribuir para a melhoria das condições de vida das populações do município dos Buengas, província do Uíge.
O administrador local, Augusto José Kifuti, disse sexta-feira ao Jornal de Angola que a aplicação do Programa Integrado Municipal Para o Desenvolvimento Rural e Combate à Fome e à Pobreza permitiu a construção de mais de 80 escolas em todo o município.

A região ganhou em Novembro um novo hospital municipal completamente apetrechado com equipamentos modernos
Fotografia: Marcelo Manuel

A construção de escolas, unidades sanitárias e a instalação de rede eléctrica e de sistemas de distribuição de água potável estão a contribuir para a melhoria das condições de vida das populações do município dos Buengas, província do Uíge. 
O administrador local, Augusto José Kifuti, disse sexta-feira ao Jornal de Angola que a aplicação do Programa Integrado Municipal Para o Desenvolvimento Rural e Combate à Fome e à Pobreza permitiu a construção de mais de 80 escolas em todo o município, o que permite a integração de milhares de alunos no ensino primário e nos I e II ciclos do ensino secundário.
A falta de água potável deixou de ser um problema para as populações, disse o responsável, que recordou que tal como a água, o município não dispunha de um serviço de saúde com a qualidade desejada e também se ressentia da falta de energia eléctrica. 
Um grupo gerador foi montado, com capacidade para 320 kva, que assegura a iluminação pública da sede do município.
A região ganhou em Novembro um novo hospital municipal, apetrechado com equipamentos modernos. A nova unidade sanitária presta serviços de radiologia, medicina geral, análises clínicas, ortopedia, estomatologia, ginecologia e dispõe de maternidade, pediatria e um bloco operatório.
O administrador disse que, apesar das condições criadas no serviço sanitário, o grande problema está relacionado com a falta de enfermeiros, insuficientes para fazer face à procura.
"Além do hospital, temos mais dois centros de saúde e sete postos de saúde para os quais estão disponíveis apenas um médico e 38 enfermeiros", disse Augusto Kifuti, que adiantou serem necessários, no mínimo, mais seis médicos de diferentes especialidades e 30 enfermeiros. O administrador disse que o processo de aplicação do programa de expansão e municipalização dos serviços de saúde vai permitir o aumento de mais postos e centros de saúde nas diversas localidades do município dos Buengas.
O município ganhou em Novembro um novo sistema de abastecimento de água potável, no âmbito do projecto "Água para Todos", com a construção de um tanque com capacidade para dez mil litros de água. A circunscrição passou a dispor de 15 chafarizes e diversas lavandarias espalhadas por vários pontos da sede municipal, conectados ao sistema de abastecimento de água potável, que beneficia milhares de cidadãos.
A água potável jorra nas torneiras a partir de chafarizes e nas lavandarias, através de um sistema de bombagem auxiliado por um grupo gerador, esclareceu Augusto Kufuti, que lembrou que no passado mais de 20 mil habitantes eram obrigados a percorrer dezenas de quilómetros à procura do precioso líquido.
"O nosso desejo é alargar cada vez mais a rede de distribuição e, apesar desses avanços significativos, a administração municipal dos Buengas está apostada na expansão dos serviços de saúde e da rede de distribuição de água potável nas comunas, regedorias e aldeias com maior concentração populacional, para evitar o consumo de água directamente dos rios", disse.

Combate à pobreza

O programa "Crédito de Campanha" está a ser aplicado com êxito nos Buengas e, recentemente, mais 1.500 camponeses integrados em 54 associações receberam do governo provincial diversos instrumentos de trabalho, como enxadas, catanas, machados, limas e equipamento de rega.
Os pequenos agricultores, agrupados em sete cooperativas agro-pecuárias, beneficiaram de tractores com as respectivas alfaias, moto-bombas, moto serras, sementes e fertilizantes. A localidade é rica em produtos como mandioca, amendoim, milho, feijão, inhame, banana, batata-doce, abacaxi, cana-de-açúcar, café e abacate, mas os camponeses e agricultores enfrentam sérias dificuldades para o escoamento da sua produção, devido ao estado avançado de degradação das vias, disse o administrador.
Augusto Kifuti mostrou-se preocupado com o surgimento de ravinas, lagoas, charcos e lama próximo das principais vias, impedindo a circulação de pessoas e bens.
O município dos Buengas fica cerca de 280 quilómetros a nordeste da cidade do Uíge e integra as comunas de Buenga Sul e Cuilo Cambozo, sete regedorias e 112 aldeias. Possui uma população estimada em mais de 88.400 habitantes.

Tempo

Multimédia