Províncias

Quarta Punza dá nome ao aeroporto

Joaquim Júnior | Uíge

Manuel Quarta Punza foi o nome escolhido na quinta-feira pelos participantes na I Sessão Extraordinária do Conselho Provincial de Auscultação e Concertação Social no Uíge para baptizar o aeroporto da província, devido aos seus feitos históricos em defesa da unidade das populações.

O aerporto foi completamente ampliado para permitir que a província do Uíge passa a receber aviões de grande porte e que não encontre problema por altura da aterragem
Fotografia: Filipe Botelho

Durante a sessão, que decorreu na sala de reuniões do Comando Provincial dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros, e foi dirigida pelo governador Paulo Pombolo, os participantes apreciam e discutiram as várias propostas apresentadas e concluíram, por unanimidade, que o aeroporto deve chamar-se Manuel Quarta Punza, cuja inauguração está prevista para o Dia 11 de Novembro, data da Independência de Angola.
Paulo Pombolo referiu que as obras de reabilitação das áreas mais importantes da infra-estrutura, como a vedação do recinto aeroportuário, estão em fase de conclusão. O aeroporto foi ampliado para permitir que a província receba aviões de grande porte, uma vez que as condições técnicas postas à disposição do aeroporto vão permitir que os aviões aterrem no Uíge sem problemas. A alteração da designação do aeroporto foi solicitada pelo Ministério dos Transportes, com o objectivo de dar um novo perfil à infra-estrutura e iniciar os preparativos para a sua inauguração. />Paulo Pombolo recordou que Manuel Quarta Punza foi uma figura bem conhecida no país e na província do Uíge, em particular, pelo trabalho abnegado que desenvolveu em prol da defesa da unidade entre as populações da província.
A sua vida, salientou o governador, está intimamente ligada aos quadros e dirigentes que participaram na luta pela Independência Nacional, tendo sido considerado uma personalidade de referência inesquecível. A presença de Manuel Quarta Punza no Uíge, na qualidade de comissário provincial na altura, deixou marcas positivas no cenário político da província até à presente data, fruto de um amplo trabalho desenvolvido no domínio político-partidário e social.
Os feitos na formação de quadros, saúde e no domínio económico da região, em particular, e do país, em geral, são motivo de sobra para homenagear a figura de Quarta Punza.
 O antigo comissário provincial do Uíge também exerceu funções de embaixador em vários países do continente africano.

Tempo

Multimédia