Províncias

Reforçado o combate à doença

Moniz Muquebele |Uíge

Seis equipas de agentes comunitários, cada uma com cinco elementos, e 13 supervisores desenvolvem, em vários bairros da cidade do Uíge, acções de promoção de saúde e de prevenção da malária e da cólera.

Saneamento básico dos vários bairros facilita o combate às doenças e melhora a salubridade
Fotografia: António Capitão

A coordenadora técnica do Programa de Agentes Comunitários de Saúde do bairro Candombe Novo disse que a iniciativa integra acções para a melhoria da saúde da mulher e criança, higiene e saneamento do meio ambiente e de várias doenças, entre as quais a a malária.
Maria Amélia afirmou que para prevenir a propagação de doenças diarreicas, bem como de outras transmitidas pela água, são desenvolvidas acções de incentivo à construção de latrinas, realizadas palestras sobre o meio ambiente, com instruções sobre o destino que deve ser dado ao lixo, e criados locais para o tratamento de água.
“A nossa intenção está centrada na mobilização das comunidades, principalmente nas das zonas periféricas que anualmente devido às consequências da chuva registam casos da cólera e de outras doenças”, referiu.O objectivo das equipas de agentes comunitários que trabalham nos bairros, declarou, é alertar para o perigo da utilização da água contaminada e lembrar a importância da higiene pessoal.
Nestas acções, as pessoas recebem também uma solução de cloro para o tratamento da água. Maria Amélia disse que no quadro do programa de combate à mortalidade materno-infantil são realizadas acções de controlo pré natal. O centro materno infantil do bairro Candombe Novo regista diariamente entre 30 a 40 casos, principalmente de malária e doenças diarreias e respiratórias agudas.

Tempo

Multimédia