Províncias

Repartições municipais dispõem de mais meios

Joaquim Júnior| Uíge

As Repartições Municipais  de Saúde receberam sexta-feira 11 viaturas, das quais cinco ambulâncias, no âmbito do Projecto de Reforço dos Serviços Municipais de Saúde, implementado pelo Ministério de tutela e apoiado pelo Banco Mundial.

Hospitais municipais com novas ambulâncias
Fotografia: Eunice Suzana

Os meios de transporte entregues pelo governador Paulo Pombolo vão apoiar os Serviços Municipais de Saúde do Negage, Maquela do Zombo, Sanza Pombo e Uíge. A directora provincial da Saúde do Uíge, Luísa Cambuta, disse que os meios vão ajudar a cobrir as lacunas no sector e acrescentou que o programa de reforço dos Serviços de Saúde vai prosseguir com a construção de salas de partos nas comunas.
“São meios que vieram do Projecto de Reforço dos Serviços Municipais de Saúde, apoiado pelo Banco Mundial e que, numa primeira fase, permitiu a distribuição de ambulâncias a algumas localidades municipais. Outras viaturas vão servir de apoio para os técnicos. Para a segunda fase, prevê-se a construção de salas de parto em algumas comunas dos 16 municípios que compõem a província”, disse.
As ambulâncias estão equipadas com meios básicos de socorro, oxigénio e outros equipamentos que vão ajudar a minimizar várias situações que ocorrem na província. Luísa Cambuta mostrou-se regozijada pelo facto de a província do Uíge fazer parte das regiões do país contempladas pelo projecto do Ministério da Saúde e disse que com as 11 viaturas, numa primeira fase, foram contemplados quatro municípios, mas lembrou que posteriormente o programa vai atender as restantes localidades para conferir iguais condições de trabalho e de assistência médica.
Julho Tuyango, chefe da Repartição Municipal da Saúde no Negage, uma das regiões contempladas, reconheceu os esforços do Executivo que visam contribuir para a continuidade dos cuidados primários de saúde nos municípios.

Tempo

Multimédia