Províncias

Saúde aproxima serviços às populações da região

Valter Gomes | Uíge

Percorrer mais de 20 quilómetros a pé para marcar consultas no centro de saúde localizado na sede municipal do Bembe faz parte do passado. Maria Samba Gabriel viu facilitado o processo com a construção de um posto de saúde na localidade do Kulo, onde reside há mais de 30 anos.

Percorrer mais de 20 quilómetros a pé para marcar consultas no centro de saúde localizado na sede municipal do Bembe faz parte do passado. Maria Samba Gabriel viu facilitado o processo com a construção de um posto de saúde na localidade do Kulo, onde reside há mais de 30 anos. “Actualmente marco as minhas consultas aqui nesse posto de saúde. Estou muito feliz porque já não ando uma longa distância a pé, para ir até ao centro de saúde da vila do Bembe”, disse à reportagem do Jornal de Angola.
No posto de saúde do Kulo são atendidos, diariamente, mais de dez pacientes com patologias diversas. Mawela Garcia, chefe do posto, avançou que os habitantes locais exprimem satisfação pela presença dos serviços de saúde na localidade.
O soba do bairro Kulo, Eduardo Faustino, disse na língua kicongo que “a paz é um bem incomparável para o desenvolvimento de qualquer região. “Por isso nem me quero voltar a lembrar daquele tempo em que transportávamos os nossos familiares doentes e em estado grave em tipóias e muitos deles morriam no caminho”.
Eduardo Faustino afirma que, hoje, é um homem feliz, porque os serviços de saúde funcionam na localidade e encurtaram a distância que era obrigado a percorrer em busca de assistência médica e medicamentosa.
Outra localidade do município que também beneficiou de um posto de saúde é a regedoria Makoko. A unidade sanitária atende, também, os habitantes das localidades de Quiluango, Quilonde, Nsundi, Nzadi, Singalundo, Simacongo e outras aldeias circunvizinhas.
Nsimba Eduardo, soba de Makoko, enalteceu as acções resultantes do Programa de Desenvolvimento Rural e Combate à Fome e à Pobreza que o executivo tem vindo a implementar, nas diversas localidades da província, sobretudo nas zonas rurais, o que tem contribuído para a melhoria das condições de vida dos seus habitantes. A população da regedoria de Makoko além de ganhar um posto médico, viu também reabilitada a via de acesso à sede.

Tempo

Multimédia