Províncias

Serviços mais próximos da população

Valter Gomes | Uíge

Os serviços de assistência médica e medicamentosa melhoraram significativamente no município do Songo, província do Uíge, com a construção, reabilitação e apetrechamento dos postos e centros médicos, informou o director da saúde da circunscrição.

A maior unidade sanitária do município oferece um serviço mais humanizado à população
Fotografia: Valter Gomes |

Rodrigues Joaquim disse que antigamente o município dispunha apenas de três unidades sanitárias, dos quais um hospital municipal, um centro de saúde na comuna de Quinvuega e igualmente número de posto de saúde.
Nos últimos cinco anos, referiu, foram construídos 21 postos de saúde que garantem um serviço mais humanizado à população e frisou que 12 novos postos e centros de saúde estão a ser erguidos nas localidades de Banza Lendi, Cazola e Quilemba.
As infra-estruturas estão a ser construídas no âmbito do Programa de Municipalização dos Serviços de Saúde e de e Combate à Pobreza. No município funcionam 205 enfermeiros e cinco médicos que prestam assistência a mais de 40 mil habitantes.
O director municipal da saúde considerou insuficiente o número de técnicos e disse serem necessários mais dez médicos e 300 enfermeiros.
“Temos estado a encontrar sérias dificuldades em termos de técnicos. Por exemplo, os postos de saúde funcionam apenas com um ou dois enfermeiros. Por isso, achamos importante o enquadramento de novos profissionais, quer por via de contractos de trabalho quer através da realização de concursos público”, disse.
Na sede do município do Songo funciona um hospital municipal de referência com capacidade para 80 camas e dois centros médicos. A maior unidade hospitalar do município oferece serviços de banco de urgência, imagiologia, maternidade, pediatria, laboratório, cirurgia, medicina e bloco operatório.
O hospital municipal possui ainda uma área de consultas externas para adultos, salas de pré-natal, Programa Alargado de Vacinação, área de vigilância epidemiológica, de combate a malária, e um centro de testagem voluntária do VIH/Sida.

Tempo

Multimédia