Províncias

Técnicos de saúde tomam contacto com nova medicação para a malária

Joaquim Júnior | Uíge

“Artesunate Amodiaquina Winthrop” é o nome científico da nova medicação para o tratamento da malária. O medicamento foi apresentado aos médicos, enfermeiros e farmacêuticos do Hospital Provincial do Uíge, durante um seminário de instrução sobre as medidas de aplicação do novo anti palúdico.

Quadros hospitalares estão agora melhor informados sobre medicamento para a malária
Fotografia: Eunice Suzana | Uíge

“Artesunate Amodiaquina Winthrop” é o nome científico da nova medicação para o tratamento da malária. O medicamento foi apresentado aos médicos, enfermeiros e farmacêuticos do Hospital Provincial do Uíge, durante um seminário de instrução sobre as medidas de aplicação do novo anti palúdico.
Santos Covi, chefe do departamento de Saúde Pública, informou que os técnicos estão agora mais actualizados em matéria de administração e conservação dos novos medicamentos. Outros profissionais colocados nas distintas unidades de saúde da província vão, também, receber instruções sobre a aplicação do medicamento.
“A medicina utiliza medidas dinâmicas no combate às doenças. Temos um novo anti palúdico que vai ser introduzido no combate à doença e precisamos potenciar os técnicos para que utilizem melhor os remédios”, disse Santos Covi.
Paula Changango, supervisora do programa de combate à malária no Uíge, disse que na província há indicadores que provam a redução de casos, porque a vigilância epidemiológica está a funcionar com eficiência nos 16 municípios.
Todas as unidades sanitárias têm anti palúdicos como reforço da segurança no tratamento da doença. Paula Changango informou que a taxa de mortalidade baixou consideravelmente no primeiro trimestre deste ano e os novos medicamentos vão contribuir no reforço das acções de combate à doença.
“Todos os produtos utilizados anteriormente continuam a ser usados. Portanto, tudo depende da unidade sanitária onde o paciente for consultado ou estiver internado”, esclareceu.
O “Artesunate Amodiaquine Winthrop” é apresentado em forma de comprimidos de 25 a 270 miligramas, compostos por Artesunate e Amodiaquine de duas camadas, uma de cor amarela e outra branca. Os comprimidos podem ter um aspecto matizado.
 O modo de administração é por via oral e a dosagem varia de acordo com o peso corporal do doente.

Tempo

Multimédia