Províncias

Uma aposta no atendimento humanizado

Valter Gomes |Uíge

O coordenador provincial dos Serviços Integrados de Atendimento aos Cidadãos (SIAC), no Uíge, reafirmou sábado, nesta cidade, o compromisso da instituição em continuar a oferecer atendimento humanizado aos cidadãos.

Organismo está a trabalhar arduamente para evitar reclamaçõe dos clientes que diariamente solicitam os serviços do SIAC
Fotografia: Filipe Botelho |

O coordenador provincial dos Serviços Integrados de Atendimento aos Cidadãos (SIAC), no Uíge, reafirmou sábado, nesta cidade, o compromisso da instituição em continuar a oferecer atendimento humanizado aos cidadãos.
Justino Lucas disse que o objectivo principal da aposta centra-se não só no resgate da boa imagem da administração pública, na melhoria da qualidade do atendimento e aproximar o Estado aos cidadãos, mas também criar uma disciplina determinada, orientação clara e condução responsável das tarefas da instituição.
Dentro do programa de atendimento condigno aos cidadãos, disse o responsável, o Siac, em colaboração com o Governo Provincial e o Ministério de tutela, prevê a abertura, no próximo ano, de novos serviços de atendimento público, como conservatória do registo predial, ficheiro central e o registo de propriedade automóvel, que fazem muita falta à população da província.
A elevação dos níveis de confiabilidade e empatia, personalização do atendimento e a modernização do sistema a favor do utente ou cidadão, e a redução das reclamações feitas pelos clientes, também constam da agenda de prioridades definidas pela direcção do Siac-Uíge para o ano de 2013.
Em 2012, a instituição emitiu milhares de bilhetes de identidade, registos criminais, livretes e procedeu a substituição e renovação de cartas de condução, além de ter inspeccionado milhares de viaturas.
Os Serviços Integrados de Atendimento aos Cidadãos no Uíge a­bar­cam, entre outras áreas, os bancos BAI, BAI-Micro Finanças, Ban­co de Poupança e Crédito, Banco Sol, Cartório Notarial, Direcção Nacional de Viação e Transito, DNI, ENSA, Instituto Nacional de Segurança Social, Instituto Nacional de Estatística, Imprensa Nacional, Rede Comercial e outros.
O coordenador provincial do Siac, Justino Lucas, reconheceu o empenho e sacrifício dos funcionários da instituição, o que permitiu alcançar os objectivos preconizados. “Espero que este desempenho demonstrado ao longo do ano de 2012 seja contínuo em 2013, uma vez que novos desafios nos esperam”, afirmou.  “O caminho do desenvolvimento e do progresso, disse, faz-se com o trabalho de cada cidadão e exige de cada uma das instituições, públicas ou privadas, mais disciplina, determinação, orientação clara e condução responsável das tarefas agendadas”, disse. A chefe do departamento nacional das Finanças dos Serviços Integrados de Atendimento ao Cidadão, Augusta de Lemos, encorajou os funcionários da instituição a prosseguirem com o mesmo dinamismo e determinação no cumprimento das diversas tarefas agendas pela instituição, proporcionando um atendimento condigno aos cidadãos. “Espero que no próximo ano continuem com a mesma dedicação e empenho, atendendo os clientes com excelência, satisfação e qualidade, uma vez que eles constituem a base fundamental para o funcionamento da instituição”, alertou. Augusta de Lemos referiu que a rede do Siac que está ser implementada a nível do país, tem como objectivo fundamental a desburocratização e modernização dos serviços públicos e privados, proporcionando um atendimento fácil e de qualidade aos cidadãos.
Inaugurado a 10 de Março de 2011, o funcionamento dos Serviços Integrados de Atendimento aos Cidadãos (SIAC), no Uíge, é assegurado por 60 funcionários, colocados nas áreas de serviços públicos, unidades empresariais, empresas de segurança, limpeza e jardinagem.

Tempo

Multimédia