Províncias

Unidades sanitárias no município do Ebo

  Quatro unidades sanitárias vão ser construídas, este ano, no município do Ebo, no quadro do programa de alargamento do sistema de saúde na circunscrição.

Autoridades locais pretendem melhorar a assistência à população
Fotografia: JA

Quatro unidades sanitárias vão ser construídas, este ano, no município do Ebo, no quadro do programa de alargamento do sistema de saúde na circunscrição.
A informação foi prestada, à Angop, pelo responsável municipal da saúde no Ebo, Domingos Carlos, que anunciou a construção de dois postos de saúde e igual número de centros médicos para “descongestionar as unidades sanitárias” existentes.
“Pretendemos melhorar o atendimento médico e medicamentoso às  nossas populações”, disse.
Domingos Carlos afirmou que, em 2009, foram atendidas, no município, 12.465 pessoas, internadas 2.188 e registados 21 óbitos, na sequência de doenças, como malária, respiratórias agudas, diarreicas, anemias, infecções urinárias.
O município, declarou, precisa de 40 novos enfermeiros, dois médicos (ginecologista e clínico geral) e cinco técnicos de diagnósticos.
A secção municipal de saúde tem sob sua responsabilidade oito postos de saúde, dois centros médicos e um hospital.
O município do Ebo tem cerca de 182.500 habitantes distribuídospor 141 aldeias.

Tempo

Multimédia