Províncias

Vilas de Cabinda com mais energia

André Guto | Cabinda

As aldeias de Subantando e Chibodo, em Cabinda, recebem desde terça-feira energia eléctrica de uma central térmica de 30 megawtts, com duas linhas de transporte de média e baixa tensão, inaugurada pela governadora provincial Aldina da Lomba.

As linhas de transporte de electricidade com uma extensão de seis quilómetros e meio beneficiam novecentos habitantes e alguns empreendimentos económicos nas duas aldeias. A instalação da infra-estrutura demorou dois anos e teve um custo de 289 milhões de kwanzas.
Aldina da Lomba inaugurou no mesmo dia, na aldeia de Chindende, um sistema de captação, tratamento e distribuição de água potável, com capacidade para processar dez metros cúbicos por hora.
O sistema orçado em 42 milhões de kwanzas abastece 450 habitantes através de quatro chafarizes, a partir de um reservatório com 30 metros cúbicos de capacidade.  Imaculada da Conceição Muanda, habitante de Chindende, congratulou-se com a instalação do sistema, por resolver o problema da distribuição de água potável.
A governadora provincial inaugurou também dois postos de saúde nas aldeias de Cunda e Prata, dotadas de consultório, salas de tratamento e triagem, enfermaria, serviço de pré-parto e farmácia.
Aldina da Lomba garantiu que o Governo Provincial de Cabinda vai continuar a melhorar as condições de vida da população.

Tempo

Multimédia