Províncias

Vítimas das chuvas beneficiam de donativo

Um donativo constituído por bens alimentares, roupa usada e material didáctico foi entregue quarta-feira às 815 famílias sinistradas pelas chuvas, nos últimos dias em Malanje, numa acção dos efectivos dos órgãos do Ministério do Interior.

Fotografia: Jaimagens | Edições Novembro

A doação enquadra-se no âmbito de uma campanha de solidariedade de recolha de bens não perecíveis, promovida pela Rádio Malanje, visando acudir as pessoas que se encontram desalojadas e sem os seus haveres por causa das enxurradas que se abatem sobre Malanje.
O comandante adjunto do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, Miguel António, disse à Angop que, do número de vítimas, 290 são dos bairros periféricos da cidade de Malanje, que habitavam em zonas de risco.
Exortou a população para evitar construir residências em zonas de risco, como condutas de água, valas de drenagem e não só, expostas a calamidades naturais. As 815 famílias correspondem a 4.890 pessoas ao relento.

Aulas de alfabetização />Sessenta e seis facilitadores das escolas de campo de agricultores do Mosap II (projecto de agricultura familiar, orientada para o mercado) frequentam, desde quarta-feira, um curso de alfabetização. Desenvolvido em parceria com a ONG ADPP (Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo), a formação visa capacitar os facilitadores que servirão de monitores para, posteriormente, alfabetizarem os cerca de dois mil pequenos agricultores dos municípios de Malanje, Cacuso, Mucari, Calandula e Kiwaba Nzoji.
O coordenador provincial do projecto Mosap II, Paulo Sozinho, disse, à Angop, haver ainda um défice no que toca ao nível de escolaridade dos camponeses nos 11 municípios de intervenção, justificando que se apostou neste segmento para se reduzir o número de analfabetos e melhorar o desempenho das escolas de campo.

Tempo

Multimédia