Províncias

Administração Municipal cria jangos comunitários

A solução de alguns conflitos familiares nas comunidades do município de Mbanza Kongo, província do Zaire, passará a ser feita em jangos comunitários, a ser criados nos próximos dias, pela  Administração Municipal.

Jangos vão albergar eventos e a solução de conflitos familiares
Fotografia: Paulino Damião| Edições Novembro

A ideia da criação destes espaços, que servem também para acolher cerimónias fúnebres, alembamentos e outras actividades foi sugerida ontem, naquela cidade, pela administradora local, que falava à imprensa à margem do IV Conselho Municipal da Família.
Nzuzi Makiese explicou pretender-se, com projecto, revitalizar os hábitos e costumes dos ancestrais, com vista ao resgate dos valores morais e cívicos.
A responsável avançou que os jangos surgem em cumprimento das orientações do Ministério da Acção Social Família e Promoção da Mulher, no âmbito do direito consuetudinário. “A ideia surge também para desafogar o sector da Família e o Ministério Público, na resolução de conflitos familiares ou comunitários”.
Os participantes ao IV Conselho Municipal recomendaram, segundo o comunicado final, a sensibilização das famílias para o diálogo permanente entre os seus membros, com vista a diminuir os casos de gravidez precoce que tende a aumentar na região.
A fuga à paternidade e outras práticas negativas mereceram, também,  a abordagem no evento e a sua  solução deve ser encontrada na acção interactiva no núcleo familiar.

Tempo

Multimédia