Províncias

Alunos foram sensibilizados a acompanhar empreitadas

Kayila Silvina | Mbanza Congo

A vice-governadora provincial do Zaire para o sector Técnico e Infra-estruturas, Ângela Maria Diogo, aconselhou, em Mbanza Congo, os estudantes das escolas de formação de professores e do Instituto Médio de Administração e Gestão de Mbanza Congo no sentido de acompanharem as obras que o Governo  executa a nível da província.

Vice-governadora constata andamento das obras de impacto social em curso na região
Fotografia: Paulo Mulaza |

Ângela Diogo, que falava após a visita de constatação às obras em curso na cidade de Mbanza Congo, disse que os jovens estudantes precisam de conhecer os programas do Governo, para saberem o grau de execução daquilo que está a ser feito para melhorar as condições de vida da população.
Durante a jornada de campo, Ângela Diogo mostrou-se satisfeita com o grau de execução das obras das vias urbanas, do Hospital Geral do Zaire e da subestação do Ciclo Combinado do Soyo, com capacidade para 150 megawatts, que vai permitir a distribuição de energia eléctrica para os municípios do Nóqui e do Cuimba.
A governante explicou aos estudantes das referidas escolas os benefícios das vias urbanas na melhoria da circulação de pessoas e bens, bem como para permitir ao Governo Provincial fazer chegar com celeridade os serviços essenciais básicos à população, tais como água potável e energia eléctrica na via pública e domiciliária.
As ruas contarão com redes  técnicas de iluminação pública, colectores de águas pluviais, de escoamento de águas residuais, de telecomunicações, de água potável, com passeios e lancis, assim como sinalização vertical e horizontal.
Ângela Diogo garantiu que, com a entrada da época chuvosa, os trabalhos estão a ser feitos com toda a cautela, para não prejudicar o ritmo das mesmas, antes da colocação do tapete asfáltico.
 “Estamos na época chuvosa, que vai obrigar o empreiteiro a interromper os trabalhos devido às chuvas”, disse a vice-governadora do Zaire. 
O engenheiro da empresa Minuila, encarregado pelas obras das vias urbanas da cidade de Mbanza Congo, Edimir Cerqueira da Silva, explicou que as obras tiveram início no mês de Agosto. A empreitada cumpriu já os trabalhos de pavimentação, terraplanagem e, no próximo mês, é colocado o tapete asfáltico. “Vão ser asfaltadas um total de 23 vias urbanas, calculadas em seis quilómetros”, concluiu.

Tempo

Multimédia