Províncias

Baleia afunda um barco de pesca

Jaquelino Figueiredo| Soyo

Uma embarcação de pesca artesanal com seis metros de comprimento e quatro de largura e sete ocupantes a bordo naufragou na madrugada de sexta-feira a25 milhas da costa do Soyo, após ter sido abalroada por uma baleia com sete toneladas.

O acidente não causou vítimas mortais e aconteceu perto das instalações petrolíferas Barge African Lifter (complexo residencial flutuante) e da plataforma Morsa West, também conhecida por D-111, da Sonangol.
A embarção foi ao fundo e perderam-se todos os haveres dos pescadores. O resgate dos sinistrados aconteceu cinco horas depois do acidente. O gerente da Barge African Lifter, João Lúcio Ermelinda, logo que foi dado o alarme, mobilizou a sua equipa que procedeu ao salvamento dos sete pescadores.
O supervisor da logística do “Bloco 2”, João Maria, disse ao Jornal de Angola que uma embarcação comandada pelo piloto Carrus Arnauld, acompanhado pelo ajudante Avelino Nsanda, dirigiu-se ao local, a sete milhas das instalações petrolíferas Barge African Lifter, onde foram resgatados os sete pescadores que estavam à deriva.
“A operação de resgate começou às 8h10 e foi concluída com sucesso por volta das 8h45, momento em que os náufragos chegaram à Barge African Lifter e receberam assistência médica e medicamentosa”, acrescentou. O médico Sérgio Marcelo disse que nenhum dos setes sinistrados corre risco de vida, apesar de três pescadores precisarem ainda de cuidados.
“Quero apenas assinalar que dos sete sinistrados observados, três sofreram alguns ferimentos que exigem mais atenção e dois foram transferidos para o Soyo de helicóptero. Um dos sinistrados, Nionka François, 37 anos, explicou ao “Jornal de Angola” que o acidente ocorreu por volta das quatro horas da madrugada, numa altura em que descansavam após uma longa jornada de pesca.
“Nós estávamos a descansar e de repente vimos uma enorme baleia em piruetas que depois de ter dado um salto fora da água caiu sobre a nossa embarcação que ficou destruída. Naufragamos todos mas graças a Deus fomos salvos pela equipa da Barge African Lifter”, disse.
Com o proprietário da embarcação, Francisco Nenkanda, 30 anos, estavam a bordo os pescadores Nionka François, 37, Kiangala Olivier, 38, Pascoal Miguel Angelina, 45, Kimbembe Kunengue, 64, Garcia Mbambi, 24, e Nsimba Bukanzinga, 35.

Tempo

Multimédia