Províncias

Campanha de vacinação em massa no Soyo

Jaquelino Figueiredo| Soyo

Cerca de 95 por cento da população   do município do Soyo, estimada em 227.175 habitantes, começa a ser vacinada a partir de hoje contra a febre-amarela, durante uma campanha de vacinação, anunciou ontem o director provincial da Saúde do Zaire.

Mobilizadas todas as forças vivas da sociedade civil e autoridades tradicionais no sentido de se envolverem na campanha contra a febre-amarela
Fotografia: Arimateia Baptista

João Miguel Paulo avançou que a campanha de vacinação contra a febre-amarela é a primeira na região, após ter sido confirmado em laboratório o primeiro caso da doença, em Maio último, que resultou em óbito.
A campanha, com duração de dez dias, é promovida pela Direcção Provincial da Saúde do Zaire, em cooperação com seus parceiros.
João Miguel Paulo assegurou que estão criadas todas as condições para a realização e êxito da campanha de vacinação contra a febre-amarela, cujas doses de vacinas e outro material necessário já se encontram no terreno.
Além das condições técnicas, materiais e humanas, o director provincial deixou claro que existem igualmente recursos financeiros para assegurar outros serviços anexos.
João Miguel Paulo disse que existe quantidades suficientes de doses de vacinas para cobrir o município, tendo em conta as estatísticas da população, resultante do último censo, calculado em 227.175 habitantes. A campanha conta com 46 equipas integradas por 414 pessoas mobilizadas e preparadas para o efeito, desde vacinadores, supervisores, carregadores, pessoal de segurança e outros ajudantes, disse João Miguel Paulo, que explicou  que ela se realiza apenas no município do Soyo, nesta fase, pelo facto de àquela parcela do Zaire ter notificado, no passado 15 de Maio, o primeiro caso confirmado laboratorialmente.
João Miguel Paulo salientou que, para o sucesso da luta contra a doença, a Direcção Provincial da Saúde do Zaire traçou um plano com cinco pilares, a vigilância epidemiológica, vacinação massiva da população, controlo integrado do mosquito Aede Aegyti, melhoria de gestão de casos e mobilização e comunicação.

Grupo alvo

A campanha de vacinação, que tem como população-alvo crianças a partir dos seis meses e adultos não vacinados,  abrange  o maior número possível dos lugares mais recônditos do Soyo. O administrador municipal adjunto do Soyo para a Esfera Económica e Social, Álvaro Estêvão, apelou para a aplicação integral da estratégia criada pela Direcção da Saúde no Zaire, no sentido do êxito da campanha.
O surto da febre-amarela teve início, no passado mês de Dezembro do ano passado, na província de Luanda, onde foram, até agora, diagnosticados 2.954 casos suspeitos, dos quais 819 confirmados laboratorialmente.

Tempo

Multimédia