Províncias

Camponesas incentivadas a produzir mais

Fernando Neto| Mbanza Congo

As mulheres camponesas de Mbanza Congo  foram, ontem, incentivadas a aumentar os níveis de produção, pelo professor universitário Mpanzu Daniel.


O professor  dissertava sobre o tema “O papel da mulher na luta para a segurança alimentar”, na conferência que marcou o encerramento das jornadas “Março Mulher”, defendeu a necessidade de as famílias valorizarem os meios de produção rudimentares,    como enxadas e catanas, pois podem ser fabricados localmente. Mpanzu Daniel realçou a importância da micro-agricultura na complementaridade dos esforços macroeconómicos de produção alimentar, devendo por isso merecer o devido apoio por parte do Executivo.
“Queremos incentivar as mulheres a produzirem com os meios de que dispõem e não esperarem do Executivo meios de produção sofisticados. As famílias devem compreender que a lógica da diversificação da economia tem a ver com a criatividade”, disse Mpanzu Daniel, para quem o êxito do processo de diversificação da economia depende da tomada de consciência de todos.
O académico disse notar a participação das famílias no processo de diversificação, através do cultivo integrado de hortícolas, cereais e árvores frutícolas.
Para o professor universitário, os produtores de mandioca e milho devem articular com os criadores de animais, de modo a serem aproveitadas todas as valências existentes em cada região.

Tempo

Multimédia