Províncias

Casos de Sida tendem a aumentar

Miguel Baú| Mbanza Congo

As autoridades sanitárias da província do Zaire registaram no ano passado 631 novos casos de VIH/Sida, contra 536 de 2013, informou o supervisor provincial do programa de combate à doença. 

Manuel Kay disse que ano passado a doença causou a morte de 37 pessoas na província do Zaire. A faixa etária mais afectada é de 20 a 39 anos, com maior incidência no sexo feminino.
 O supervisor provincial especificou que o município do Soyo continua a liderar as estatísticas de contaminação, com 279 casos, seguido por Mbanza Congo, com 268, Tomboco registou 36, Kuimba notificou 23, ao passo que os municípios do Nzeto e Nóqui contabilizaram 16 e dez casos, respectivamente.
Entre os 631 casos notificados em 2014, apenas 270 beneficiam de tratamento com anti-retrovirais, disponíveis nos Centros de Aconselhamento e Testagem Voluntária (CATV). Para a inversão do actual quadro actual têm sido realizadas várias actividades educativas, como palestras, seminário, bem como distribuição de panfletos e preservativos.
Os técnicos dos Centros de Aconselhamento e Testagem Voluntária têm sido regularmente submetidos a seminários e outras acções formativas, para melhor lidarem com os casos de VIH/Sida, que tendem a aumentar na província.  

Tempo

Multimédia