Províncias

Cidade do Soyo tem complexo para fazer gelo

Jaquelino Figueiredo | Soyo

Um complexo frigorífico, que integra uma fábrica com capacidade para produzir, diariamente, duas toneladas de gelo em escama, foi inaugurado, no sábado, na cidade do Soyo

Um complexo frigorífico, que integra uma fábrica com capacidade para produzir, diariamente, duas toneladas de gelo em escama, foi inaugurado, no sábado, na cidade do Soyo.
As obras do empreendimento, instalado no Centro de Apoio à Pesca Artesanal, orçadas em 406 mil euros, estiveram a cargo da empresa Frio Industrial Angolano Limitada (Frial) e duraram quatro meses.
O empreendimento, construído pela Secretaria de Estado das Pescas, contempla, igualmente, um túnel de produção rápida, com capacidade para congelar três toneladas diárias de gelo, e uma câmara frigorífica negativa (–20ºC) para conservação de 70 metros cúbicos de pescado.  
O director-geral do IPA, Domingos Caholo Duarte, que cortou a fita simbólica, que assinalou a inauguração, referiu que o complexo frigorífico vai  apoiar a actividade dos pescadores que “se viam aflitos para a conservação de pescado”.
 “Com a inauguração deste complexo, a situação está resolvida e os pescadores do Soyo já não têm dificuldades em adquirir gelo para conservar o pescado em condições próprias, uma vez que o que é aqui produzido obedece os padrões internacionalmente exigidos”, frisou.
O complexo frigorífico do Soyo junta-se ao município do Nzeto.

Tempo

Multimédia