Províncias

Detidos três grupos por roubo e furtos

João Mavinga/ Mbanza Kongo

Um grupo de 19 supostos marginais, acusados de praticarem actos de vandalismo, roubo e furtos a nível dos bairros periféricos da cidade de Mbanza Kongo, província do Zaire, foi ontem apresentado à imprensa pela Polícia Nacional.

Os indivíduos detidos eram integrantes de três famosos grupos denominados “Kebavovesua”, “Matanga Uma” e “Bacontrolé”, que actuavam com frequência  nos bairros 11 de Novembro, Sagrada Esperança, Álvaro Buta e 4 de Fevereiro, onde tiravam o sono aos moradores, subtraindo seus haveres, durante as noites e até mesmo em plena luz do dia.
Além de praticarem roubos e furtos, os elementos envolviam-se igualmente em rixas, durante as quais, atacavam transeuntes, retiravam os seus pertences, facto que levou as autoridades policiais da região a planificar uma acção de busca de captura dos supostos autores destes crimes.
Wete Sebastião, que aparenta ter 22 anos de idade e integrante do grupo “Kebavovesua”, confessou ter participado em várias acções de vandalismo levadas a cabo pelo referido grupo. Conta que a sua integração ao grupo aconteceu por influência dos amigos do bairro.
Mais conhecido por “Relaxo”, no bairro, onde vive, mostrou-se arrependido, quando os agentes da Polícia Nacional, bateram a porta da sua casa à madrugada, quando este ainda se encontrava a dormir na companhia da esposa.
“Eu não costumo roubar. Os outros roubam. Eu apenas faço parte do grupo e participo em lutas”, disse.

Tempo

Multimédia