Províncias

Entregues a reclusos e doentes bens alimentares e higiénicos

Kayila Silvina | Mbanza Congo

Um donativo, composto por bens alimentares e produtos de limpeza, foi entregue aos reclusos da penitenciária da Comarca do Zaire e a doentes internados no Hospital Provincial de Mbanza Congo, pelo Conselho da Juventude local.

Um donativo, composto por bens alimentares e produtos de limpeza, foi entregue aos reclusos da penitenciária da Comarca do Zaire e a doentes internados no Hospital Provincial de Mbanza Congo, pelo Conselho da Juventude local.
Dos bens oferecidos, numa cerimónia presenciada pelo director provincial do Zaire dos Serviços Prisionais, Simão Baki, constam dois sacos de arroz e igual quantidade de sacos de fuba de milho, caixas de óleo vegetal, sabonete, sabão e pastas de dente.  O responsável do Departamento Provincial da Juventude, Fernandes Gomes Palata, disse que a iniciativa visa atenuar as dificuldades dos presos e dos doentes.
“Nós viemos aqui para trazer a nossa solidariedade aos presos desta Comarca. Como não podíamos vir de mãos vazias, trouxemos alguns bens alimentares que conseguimos para aliviar a vossa dor”, disse, acrescentando que “é dever do Governo e da sociedade em geral garantir os direitos dos presos e assegurar a assistência médica e medicamentosa.
Fernando Palata exortou os jovens a pautarem-se por um comportamento baseado na moral e no civismo.
O director provincial dos Serviços Prisionais do Zaire, Simão Baki, revelou que, actualmente, a cadeia da Comarca do Zaire alberga 178 presos, dos quais dez mulheres.
Cinco delas são condenadas enquanto as outras cinco aguardam por julgamento. Dos presos do sexo masculino 85 são condenados e 83 estão detidos, enquanto decorre a instrução dos processos-crime. A província do Zaire vai, no decurso deste ano, proceder à inauguração de duas unidades penitenciárias, uma localizada na comuna do Nkiende, município de Mbanza Congo, e outra na aldeia de Mangue.

Tempo

Multimédia