Províncias

Garantido transporte urbano aos alunos

Fernando Neto | Mbanza Congo

O governador provincial do Zaire garantiu, na localidade do Tuco, a 15 quilómetros da cidade de Mbanza Congo, pôr em circulação uma rede de autocarros urbanos nas capitais municipais para minimizar as dificuldades de deslocação dos estudantes para as escolas.

Governador Provincial visitou uma escola do ensino primário do bairro Bela Vista onde se inteirou do seu funcionamento
Fotografia: Adolfo Dumbo | Zaire

Joanes André, que inaugurou duas escolas primárias de quatro salas de aulas cada, nas aldeias do Nkondo e Sumpi, disse que neste momento estão já em circulação quatro autocarros, destinados a apoiar os alunos. 
"Vamos começar com estes meios para posteriormente irmos aumentando a frota para servir a todos, mas para tal é necessário que cada um tire um bilhete de 50 kwanzas, que dá direito a circular livremente durante o mês", precisou.    
O governador do Zaire fez o lançamento da primeira pedra para a construção de mais 24 salas de aulas na escola primária 271.  As salas de aulas em construção fazem parte da segunda fase do projecto de conclusão do complexo escolar. Na primeira fase foram construídas 12 salas, restando igual número, que vai perfazer 24.  O complexo escolar vai dispor de laboratórios, biblioteca, salas de informática e um campo multiuso.
“Estamos a trabalhar para termos mais médicos, engenheiros e arquitectos. Precisamos daqueles que sabem fazer”, sublinhou o governador.
Joanes André incentivou os jovens a estudarem para que amanhã possam servir da melhor forma a província, tendo apelado para que se abstenham de insinuações, segundo as quais pouco está a ser feito pelo Executivo para a melhoria das condições de vida das populações.
O director da escola 271, Garcia Moniz Ramos, disse que a escola foi criada em 2009, com o objectivo de acomodar alunos que estavam fora do sistema de ensino, referindo que desde Agosto do ano passado, a instituição beneficia de uma nova estrutura, moderna, com 12 salas, o que permitiu matricular este ano lectivo 1.600 alunos, em dois turnos.
A visita do governador estendeu-se ainda à escola primária nº 31, do Bairro Bela Vista, onde estão a ser construídas mais 12 salas de aulas e área administrativa.
O soba do bairro Bela Vista, Manuel Tulomba, mostrou-se feliz pelo facto das crianças deixarem de percorrer longas distâncias para estudar.

Tempo

Multimédia