Províncias

Governador garante esforços para mudar vida dos cidadãos

Edivaldo Cristóvão | Mbanza Congo

O governador do Zaire, Pedro Sebastião, disse na terça-feira que estão a ser desenvolvidos esforços para que a vida dos cidadãos da província melhore cada vez mais.

O governador do Zaire, Pedro Sebastião, disse na terça-feira que estão a ser desenvolvidos esforços para que a vida dos cidadãos da província melhore cada vez mais.
A construção condigna de equipamentos sociais, como hospitais e escolas, assim como o acesso à água potável e energia eléctrica são acções que fazem parte do programa do executivo do Zaire, por orientação das estruturas Centrais.
Pedro Sebastião, que falava no âmbito das festividades dos 35 anos da Independência Nacional, que hoje se comemora, disse que a intenção das autoridades é conseguir que, nos próximos dias, as populações tenham os serviços básicos cada vez mais perto.
A província tem demonstrado muitos sinais positivos, considerou o governador, assinalando que o município de Mbanza Congo está a ter um crescimento significativo. “Sendo a capital política e, pelo momento histórico que viveu, com o reino do Congo, este território desempenhou um papel fundamental no passado”, disse o responsável.
A construção de estradas, que antes era uma grande dor de cabeça, é uma das grandes apostas do executivo local, tendo referido a necessidade de mais esforços para a conclusão das obras, no sentido de facilitar uma viagem até à capital do país em melhores condições.
Pedro Sebastião acrescentou que quase todos os dias se abrem novos empreendimentos de pequena, média e grande dimensão na província. “Dentro em breve, vamos evoluir para projectos mais volumosos, que possam representar condignamente a província e, até mesmo o país”.
O município do Soyo, referiu, está com um dos maiores projectos a nível do país, depois de Angola independente, com a construção da fábrica de exploração de gás natural liquefeito e as melhores tecnologias do mundo, o que vai permitir empregar vários jovens da província.
 
Água e luz para todos

Os problemas da água e energia eléctrica vai chegar ao fim, nos próximos anos, uma vez que existem projectos para estender estes serviços a toda a população do Zaire, informou o governador.
“O executivo está profundamente empenhado na realização desses objectivos. Com o esforço de todos vamos chegar a bom porto”, disse, avançando que o projecto de infra-estruturas integradas, vai ser contemplado, numa primeira fase, nas cidades de Mbanza Congo, Soyo e Nzeto. Este programa esteve parado devido às dificuldades económicas que o país enfrentou, mas a partir de Janeiro vai dar passos decisivos no sentido das obras arrancarem, para o desenvolvimento sustentável, alegria e satisfação dos habitantes, disse o governador.
Relativamente ao projecto habitacional da província, sublinhou que as reservas fundiárias estão preparadas e, dentro em breve, irá começar o processo de entrega dos lotes para a autoconstrução dirigida aos cidadãos, uma forma de realizar o sonho dos jovens de terem casa própria.
Para além disso, o Governo central tem ainda projectos habitacionais aliciantes para os municípios do Soyo e Mbanza Congo, revelou o governador.

Outras empreitadas

As obras do aeroporto de Mbanza Congo vão retomar, nos próximos dias, depois da crise económica ter obrigado ao atraso das mesmas.
A empresa construtora prometeu retomar o trabalho de forma a acelerar a conclusão das obras, numa altura em que a pista já está praticamente terminada, faltando apenas as cabeceiras, a placa do aeroporto, a torre de controlo, a vedação do espaço e de outros serviços aeroportuários.
O chefe do executivo provincial revelou que existem hospitais em todos municípios da província e o sistema de ensino superior implementado, recentemente, está a dar outro desenvolvimento ao sector da educação.
“Hoje, estamos melhor que noutros anos. O futuro é de esperança, fé e, sobretudo, de certeza”, disse, referindo que se no ano de 2004, por exemplo, existiam 49 mil alunos nas escolas, este ano inscreveram-se 106 mil.
A intenção das autoridades é fazer o ensino superior chegar ao município do Soyo, para os jovens que terminam o ensino médio deixarem de precisar de se deslocar para fora da província ou do país para concluírem os estudos.
O governador pediu à população para preservarem as infra-estruturas da província que, às vezes, são destruídas pelos cidadãos. “Peço aos munícipes para cuidarem devidamente das obras sociais para que se evite gastar mais na restauração e reparação de tais empreitadas”.
Em alusão ao dia da independência, o governador Pedro Sebastião inaugura hoje várias infra-estruturas, com destaque para os postos médicos, a rede eléctrica da comuna do Nkiende, Madimba e Kalambata, a reinauguração do cine clube “Bula” e uma discoteca. Haverá também a realização de várias actividades culturais e desportivas.

Tempo

Multimédia