Províncias

Governador garante mais emprego

Jaquelino Figueiredo | Soyo

O governador provincial do Zaire, Joanes André, lamentou na cidade do Soyo, a dispensa de muitos trabalhadores nacionais do sector petrolífero da região como consequência da queda do preço do barril de petróleo.

Joanes André, que falava à margem do acto provincial em alusão ao Dia Internacional do Trabalhador, garantiu que o Governo tudo está fazer para encontrar alternativas. “É verdade que estamos numa fase de crise financeira derivada do baixo custo do barril de petróleo no mercado internacional, situação que não depende de Angola, mas tudo está a ser feito para encontrarmos alternativas para que o país não tenha só dependência do petróleo, mas também que outras indústrias surjam com grande potência que possam colmatar o problema do desemprego”, acrescentou. De acordo com o governador, o Governo vai criar pólos industriais que garantem novos postos de trabalho.
“Vamos continuar a trabalhar. Os municípios do Soyo e de Mbanza Congo constam das prioridades do Executivo para a implementação dos pólos industriais. Tudo está a ser feito pelo Ministério de tutela e o Governo do Zaire já entregou os direitos de superfície para que sejam implementados esses projectos”, acrescentou.A título de exemplo, garantiu, no Soyo a área do Quitona destinada ao pólo industrial está delimitada e foram instalados os primeiros suportes para fábricas, tal como em Mbanza Congo. “Todas as indústrias que vierem a surgir vão permitir enquadrar os cidadãos despedidos no sector petrolífero, que podem encontrar também emprego em algumas obras na província que hão-de começar já, cujo financiamento está garantido”, disse Joanes André.

Tempo

Multimédia