Províncias

Governo destaca o papel da autoridade tradicional

Fernando Neto | Mbanza Congo

O vice-governador do Zaire para o sector económico, Alberto Sabino, considerou, em Mbanza Congo, de grande importância o papel das autoridades tradicionais, por serem parceiros privilegiados do Executivo, na resolução dos problemas das comunidades.   

Governo valoriza empenho dos sobas
Fotografia: Jornal de Angola

Ao prestar declarações à margem do acto que marcou as comemorações do 10º aniversário da criação da Associação Angolana das Autoridades Tradicionais (ASSAT), lembrou que as preocupações das populações chegam ao Executivo a­través de mensagens das autoridades tradicionais.
A colaboração entre as partes, referiu, permite ao Executivo dar solução às dificuldades ainda existentes no domínio do abastecimento de água, energia eléctrica, educação e assistência médica e medicamentosa. Além disso, as autoridades tradicionais participam na tomada de decisões do Governo do Zaire.
Alberto Sabino tranquilizou os sobas quanto à questão do pagamento do subsídio, afirmado que o assunto está a merecer a devida atenção do ministério de tutela, uma vez que o Governo Provincial já encaminhou alguns ofícios sobre o caso.  O líder da ASSAT, Afonso Mendes, destacou que a sua organização vai continuar a trabalhar e apoiar as administrações municipais na aplicação de acções concretas que visem combater as grandes endemias, imigração ilegal e práticas incorrectas de algumas ceitas religiosas, que impedem a vacinação de crianças na região.
A Associação Angolana das Autoridades Tradicionais foi fundada a 10 de Maio de 2003 e na província do Zaire está implantada desde 2008.

Tempo

Multimédia