Províncias

Lançada primeira pedra para habitações sociais

Víctor Mayala | Nzeto

A primeira pedra para a construção de 200 casas sociais, do tipo T3, foi lançada na semana finda  na vila piscatória do Nzeto, província do Zaire, pelo governador provincial, Pedro Sebastião.

Governador colocou a primeira pedra
Fotografia: Garcia Mayatoko | Nzeto

A primeira pedra para a construção de 200 casas sociais, do tipo T3, foi lançada na semana finda  na vila piscatória do Nzeto, província do Zaire, pelo governador provincial, Pedro Sebastião.
A empreitada, cujas obras foram adjudicadas a cinco construtoras de direito angolano, está orçada em 855 milhões de kwanzas.
O director provincial de Urbanismo e Ordenamento do Território, Cláudio Fortunato, disse que o projecto foi implantado numa área de 25 hectares.
A acção contempla também a construção de vários equipamentos sociais, entre os quais um centro administrativo, mercado, hotel, posto médico, serviço de bombeiros, igreja, lar de idosos e áreas de lazer. O governador Pedro Sebastião referiu na ocasião que a acção é extensiva aos demais municípios, com o propósito de minimizar os problemas que as populações locais vivem no domínio habitacional.  Pedro Sebastião avançou que a empreitada trouxe outras vantagens, por proporcionar emprego a muitos jovens, outrora desempregados na região. Aos empreiteiros, o governador da província do Zaire pediu maior dedicação e celeridade,  para que, no prazo de quatro meses, estabelecidos no contrato, possam concluir as obras.
O soba grande do Nzeto, António Manuel da Costa, enalteceu o esforço desenvolvido pelo Executivo, desde o alcance da paz definitiva, em 2002, na criação de condições sociais para o bem-estar dos cidadãos.  Aquela autoridade tradicional encorajou o Executivo a continuar nesta senda, para que os angolanos, de Cabinda ao Cunene, possam viver num clima de prosperidade e harmonia social.      

Tempo

Multimédia