Províncias

Lançado um novo projecto de combate à sida

Víctor Mayala | Mbanza Congo

A ONG, “SOS Criança e Desenvolvimento Integral de Angola” lançou, este mês, no município de Mbanza Congo, província do Zaire, um novo projecto de prevenção e combate ao VIH/Sida, denominado “Sexo seguro”.

A ONG, “SOS Criança e Desenvolvimento Integral de Angola” lançou, este mês, no município de Mbanza Congo, província do Zaire, um novo projecto de prevenção e combate ao VIH/Sida, denominado “Sexo seguro”.
O director executivo da referida ONG, Fernando Cazadi Paulo, explicou que o projecto é dirigido à população estudantil e às trabalhadoras do sexo e tem como objectivo contribuir para a redução do índice de prevalência da doença na região.
Aumentar a capacidade das trabalhadoras do sexo negociarem o sexo seguro com os seus clientes, através do uso secreto do preservativo feminino e combater o fenómeno da ocorrência de gravidezes precoces nas escolas são outros objectivos da acção.
A iniciativa, que decorre também no município do Soyo, conta com o financiamento do Programa das Nações Unidas para Desenvolvimento (PNUD), num valor de 100 mil dólares americanos.
O responsável da ONG esclareceu que a instituição traçou uma estratégia de trabalho que vai consistir na criação de núcleos escolares e postos fixos nos locais de concentração dos grupos alvos na cidade e bairros periféricos de Mbanza Congo.
Fernando Cazadi Paulo referiu que em Mbanza Congo foram já identificados 15 locais de grande concentração de trabalhadoras do sexo, nos quais os educadores sociais da ONG vão passar a distribuir, diariamente, preservativos femininos e masculinos e transmitir informações sobre a prevenção da sida e outras doenças de transmissão sexual, à semelhança do que já acontece no Soyo. Segundo Fernando Paulo, a ONG vai desenvolver outras acções sociais no domínio da educação de crianças. Neste âmbito, a ONG vai construir centros infantis em todas as comunas de Mbanza Congo. A ONG SOS Criança e Desenvolvimento Integral de Angola opera na província do Zaire desde 2002.

Tempo

Multimédia