Províncias

Mbanza Congo comemora dia da cidade

Mbanza Congo, capital da província do Zaire, completou, ontem, 504 anos como cidade.

Pormenor de um monumento da cidade histórica de Mbanza Congo que completou ontem 504 anos de existência
Fotografia: Divulgação

Mbanza Congo, capital da província do Zaire, completou, ontem, 504 anos como cidade.
O dia 25 de Julho, escolhido pelo governo da província para a celebração das festas da cidade, foi em 1.506 institucionalizado pelo rei Nimi a Lukeni, fundador da corte do então reino, como data para os reinos adjacentes se deslocarem a Mbanza Congo para pagarem o tributo.
Ao longo da época colonial, a cidade conheceu várias designações, sobressaindo a de São Salvador do Congo.
De acordo com a sua génese histórica e cultural, a designação de maior relevo foi, na altura, a de Kongo dya Ntotela, símbolo de unidade e indivisibilidade dos bakongos, como o próprio nome indica.
Desde a fundação do Reino do Congo, no século XIII, Mbanza Congo foi a capital, o centro político, económico, social e cultural, sede do rei e da sua corte e, como tal, o centro das decisões. O município de Mbanza Kongo, com 7.651 quilómetros quadrados - 19,1 por cento da superfície total da província – é constituído pelas comunas do Luvo, Nkiende, Mdimba, Kaluka, Kalambata e Sede. Tem cerca de cem mil habitantes.
O programa alusivo às festividades inclui actividades recreativas, culturais e desportivas, palestras e a inauguração de empreendimentos de impacto social.
Os 504 anos de existência são comemorados num altura de reconstrução e em que se aguarda pelo início das obras de infra-estruturas integradas.
A cidade de Mbanza Kongo é candidata a património mundial da humanidade. Os trabalhos de pesquisa arqueológica começam já este ano sob tutela do Ministério da Cultura,  em parceria com a UNESCO. 

Tempo

Multimédia