Províncias

Migração persegue estrangeiros ilegais

O Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) no município do Soyo, província do Zaire, intensificou as acções contra a imigração ilegal nas zonas consideradas recônditas e que serviam de esconderijos a muitos estrangeiros em situação migratória irregular, anunciou ontem a Angop.

Fotografia: DR

“Muitos entram em território nacional, fixam-se em aldeias e comunas do município para depois seguirem viagem a outras localidades do país”, afirmou ontem o responsável do SME no Soyo, Lourenço Cabral, durante o repatriamento de 77 ilegais da República Democrática do Congo (RDC).
Segundo Lourenço Cabral, o SME reforçou as suas acções principalmente nas comunas fronteiriças com a RDC, sublinhando que em curso estão micro-operações para desencorajar este fenómeno. Explicou que dos 77 cidadãos da RDC repatriados, 76 foram por decisão administrativa e um por medida judicial.
Deste número de cidadãos expulsos através da fronteira fluvial de Kimbumba, 33 são do sexo feminino.
Nos últimos dias o?SME no Soyo tem incrementado as acções de controlo na zona fronteiriça. A província do Zaire partilha 330 quilómetros de fronteira com a região do Congo Central, RDC.

Tempo

Multimédia