Províncias

Moto-taxistas do Zaire recebem novos capacetes

Kayila Silvina | Mbanza Kongo

Mais de 300 moto-taxistas de Mbanza Congo, província do Zaire, receberam, sexta-feira, da Associação dos Jovens Angolanos Provenientes da Zâmbia (AJAPRAZ) uma doação composta de capacetes de protecção rodoviária e dois mil kwanzas para o abastecimento de combustível.

Moto-taxistas da província foram aconselhados a respeitar as regras de trânsito
Fotografia: Adolfo Dumbo| Mbanza Kongo

Mais de 300 moto-taxistas de Mbanza Congo, província do Zaire, receberam, sexta-feira, da Associação dos Jovens Angolanos Provenientes da Zâmbia (AJAPRAZ) uma doação composta de capacetes de protecção rodoviária e dois mil kwanzas para o abastecimento de combustível.
A doação foi entregue pelo presidente da AJAPRAZ, Bento Raimundo, que reconheceu o trabalho que os moto-taxistas desempenham no transporte público e incentivou-os a respeitar as regras de trânsito.
Bento Raimundo prometeu que a sua associação, em parceria com o governo da província do Zaire e a administração municipal de Mbanza Congo, bem como a direcção provincial da Polícia Nacional e dos órgãos de viação e trânsito, vai apoiar os moto-taxistas na obtenção da carta de condução.
“A província do Zaire é uma região histórica. Daqui sai petróleo, cujas receitas vão para o Orçamento Geral do Estado, mas ainda há muita coisa a fazer”, disse Bento Raimundo. É com o dinheiro das receitas do petróleo que se constroem infra-estruturas, como caminhos-de-ferro, escolas e hospitais, e são reabilitadas estradas e pontes, frisou. A AJAPRAZ procedeu ainda nesta cidade à entrega de bens alimentares, incluindo lanches para os idosos, arroz, fuba de milho, óleo, massa alimentar e açúcar, além de sabão, banheiras, cadeiras de rodas e cobertores.
O vice-governador do Zaire para o sector político e social, Rogério Zabila, agradeceu o gesto de solidariedade da AJAPRAZ e disse que os bens vão aliviar as necessidades alimentares dos idosos na província, enquanto os capacetes de protecção vão, de certa forma, contribuir para a redução dos índices de mortalidade nas estradas.

Tempo

Multimédia