Províncias

Muitas toneladas de produtos agrícolas foram produzidas em aldeia do Nzeto

A empresa angolana “Agro Saema” produziu, na aldeia de Kialangua, município do Nzeto, província do Zaire, pelo menos 1.530 toneladas de milho, mandioca, massambala, tomate, feijão e soja na presente campanha agrícola.

Está em curso na localidade um projecto agro-pecuário orçado em mais de um milhão de dólares
Fotografia: Jornal de Angola

A empresa angolana “Agro Saema” produziu, na aldeia de Kialangua, município do Nzeto, província do Zaire, pelo menos 1.530 toneladas de milho, mandioca, massambala, tomate, feijão e soja na presente campanha agrícola.
O engenheiro agrónomo António Campos, responsável pelo projecto agro-pecuário da referida empresa, disse ontem à Angop que foram produzidas 600 toneladas de milho, 400 de mandioca, 300 de massambala, 200 de tomate e 30 de feijão macunde e soja.
Esta produção é resultado da realização, na localidade de Kialangua, a 15 quilómetros da vila do Nzeto, de um projecto agro-pecuário, orçado em um milhão e duzentos mil dólares. O projecto inclui também o cultivo de batata rena, repolho e melancia, assim como a criação de gado suíno.
António Campos, de nacionalidade espanhola, informou que a maior parte da produção de milho, mandioca e massambala vai ser transformada em fuba, no local, onde brevemente vão ser montadas unidades fabris para este fim, enquanto que o excedente vai servir de ração para o gado suíno.
De acordo com o interlocutor, a empresa emprega actualmente 40 trabalhadores, dos quais 37 nacionais, na sua maioria jovens recrutados na aldeia.

Tempo

Multimédia