Províncias

Ordem dos Enfermeiros defende promoções

Kayila Silva | Mbanza Congo

A Ordem dos Enfermeiros de Angola está preocupada com a situação dos seus membros na província do Zaire, enquadrados no sector como técnicos básicos, por trabalharem há anos sem qualquer promoção.

Enfermeiros básicos vão dar sequência aos estudos para melhorar a prestação de serviços
Fotografia: Eduardo Pedro |

O presidente da Ordem, Nsakala Mpasi Hiberto, disse que a situação é motivada, em parte, pela ausência de uma escola de enfermagem de nível médio na região, o que dificulta que os enfermeiros continuem a estudar.
Nsakala Mpasi Hiberto falava à margem dos preparativos dos festejos do Dia Internacional dos Enfermeiros, acrescentando estarem a decorrer contactos com o Governo Provincial do Zaire para se encontrarem mecanismos que possam viabilizar a realização de um curso com a duração de dois anos e para  se transformar ainda este ano a Escola Técnica Básica da Saúde, localizada em Mbanza Congo, num Instituto Médio da Saúde (IMS).
Esta formação, salientou o presidente da Ordem, vai permitir a promoção dos enfermeiros a técnicos médios de enfermagem.
O presidente da Ordem dos Enfermeiros revelou que a instituição controla a nível da província do Zaire 824 enfermeiros, sendo 637 técnicos básicos e 175 técnicos médios. “Na região, onde trabalham 62 médicos, sendo 14 nacionais, a rede sanitária é constituída por 27 centros de saúde, seis hospitais municipais, alguns dos quais de referência, em termos de capacidade instalada, e um hospital provincial.”
O presidente da Ordem dos Enfermeiros louvou os esforços do governo local na construção, expansão e modernização dos serviços da saúde em todos os municípios. Nsakala Mpasi Hiberto adiantou que prosseguem os trabalhos de ampliação do actual hospital provincial do Zaire, com a edificação de mais duas naves, onde passam a funcionar os serviços pediátricos e de maternidade.
Com a ampliação das referidas infra-estruturas, informou, a capacidade de internamento do hospital vai crescer para 190 camas.

Tempo

Multimédia