Províncias

População beneficia de consultas grátis

Jaquelino Figueiredo | Soyo

A população da cidade do Soyo, na província do Zaire, beneficiou até ontem de consultas grátis e assistência medicamentosa, no âmbito da terceira edição da Feira da Saúde, promovida pela empresa de telefonia móvel Unitel.

Milhares de munícipes do Soyo fizeram consultas grátis em várias especialidades durante a feira da saúde promovida pela Unitel
Fotografia: Edições Novembro

A Feira de Saúde realizou-se durante as festas da antiga vila de Santo António do Zaire, comemoradas até dia 5 de Abril, disse o porta-voz da operadora de telefonia Unitel, Telmo dos Santos.
O responsável da Unitel disse que as feiras, que se realizam desde o ano antepassado no âmbito das acções de responsabilidade social da empresa, visam aproximar a assistência médica e medicamentosa aos cidadãos e fazer abordagens de diferentes temas ligados à área da saúde, até 2020.
Telmo dos Santos referiu que as primeiras feiras foram realizadas nas províncias de Luanda e Cunene, onde foram assistidas 1.200 pessoas, entre homens, mulheres, jovens e crianças, nas especialidades de pediatria, medicina geral, cardiologia e cirurgia, rastreios de hipertensão arterial, testes de VIH e da malária, assim como distribuiu-se centenas de mosquiteiros impregnados. Além dessas acções, realizou-se um workshop e várias palestras com temas diversificados, principalmente sobre a “Hipertensão arterial, seus males e medidas de prevenção”, “As diabetes e como preveni-las”, “Gestão de VIH/Sida e a tuberculose”, “Prevenção e tratamento da malária e da cólera”, e “Prevenção e tratamento dos cancros da mama, do colo do útero e da próstata”.
“Os perigos e consequências da automedicação” e a “Importância do planeamento familiar” foram outros temas desenvolvidos durante as diversas etapas da terceira edição da Feira de Saúde, que decorre, até o final do ano, em nove províncias do país. Depois de Luanda, Cunene e Soyo (Zaire), a feira é realizada nas províncias do Huambo, Cabinda, Malanje, Huíla, Cuanza Sul e Benguela.

Tempo

Multimédia