Províncias

População recebe fármacos

Nove mil e 916 frascos contendo Larvicida biológico, denominado "Bactivec", para o combate aos mosquitos, estão a ser distribuídos, desde terça-feira, aos habitantes da cidade de Mbanza Congo, província do Zaire, pelas autoridades locais.

Nove mil e 916 frascos contendo Larvicida biológico, denominado "Bactivec", para o combate aos mosquitos, estão a ser distribuídos, desde terça-feira, aos habitantes da cidade de Mbanza Congo, província do Zaire, pelas autoridades locais.
De acordo com uma fonte do sector, a que a Angop teve sábado acesso, nesta cidade, numa primeira fase estão a ser beneficiados os habitantes dos bairros Sagrada Esperança e Álvaro Buta.
A especialista cubana em controlo de vectores, Ariuska Arrate Guerra, que coordena o programa de luta anti-vectorial contra a malária em Mbanza Congo, disse que a distribuição de Larvicida à população insere-se no âmbito do reforço das acções de luta contra esta doença, iniciadas em Outubro de 2009.
Referiu que o programa de luta anti-vectorial decorre através de uma parceria entre as autoridades sanitárias do executivo angolano e a empresa do seu país denominada Labiofam-Antex.
Ariuska Guerra, que é também médico-veterinária, explicou que o Bactivec, que se apresenta em frasco de mini-dose de 30 mililitros, é um produto biológico de fabrico cubano, utilizado para exterminar as larvas de mosquitos em água para o consumo humano.
Explicou que, para a sua utilização, deve-se depositar 10 gotas em cada reservatório aberto de 50 litros de água de uso domiciliário, para evitar-se que os mosquitos se reproduzam neste meio.
Assegurou que o líquido é "inofensivo", não constituindo nenhum perigo, tanto para a vida das pessoas, quanto dos animais.
Disse que o Bactivec está habilitado para o controlo de mosquitos dos géneros Aedes, Culex e outros.

Tempo

Multimédia