Províncias

Professores fazem formação em várias áreas do ensino

Kayila Silvina | Mbanza Congo

Gestores escolares e professores das disciplinas de matemática, física, química e biologia, do I e II ciclos do ensino secundário de Mbanza Congo, província do Zaire, participaram, durante dois dias, numa formação sobre matérias relacionadas com administração e gestão escolar, matemática virtual e microciência

Docentes e responsáveis de instituições escolares aprendem novas tecnologias
Fotografia: Kayila Silvina | Mbanza Congo

Gestores escolares e professores das disciplinas de matemática, física, química e biologia, do I e II ciclos do ensino secundário de Mbanza Congo, província do Zaire, participaram, durante dois dias, numa formação sobre matérias relacionadas com administração e gestão escolar, matemática virtual e microciência.
Promovida pela Direcção Nacional do Instituto de Investigação e Desenvolvimento da Educação (INDE) e pela repartição municipal da Educação de Mbanza Congo, a acção formativa procurou ainda dotar os formandos de novas competências pedagógicas, para melhor avaliação do rendimento dos alunos e da gestão das instituições de ensino.
A actividade contou com a participação de 40 elementos, entre professores e gestores escolares dos municípios do Soyo, Nzeto, Tomboco, Nóqui, Kuimba e sede, Mbanza Congo.
O director-geral do INDE, Pedro Nsiangengo, explicou que a acção formativa pretendeu formar o pessoal dos estabelecimentos escolares (gestores e professores) da região em conteúdos sobre matemática virtual, utilização das tecnologias de informação e de comunicação, uso dos laboratórios de informática no ensino das ciências experimentais.
Em relação aos professores, realçou que serviu sobretudo para os dotar, não só de novas competências pedagógicas, mas também para um melhor tratamento das matérias e uso das metodologias interactivas, durante as aulas.
O administrador municipal de Mbanza Congo, Ângelo dos Passos, considerou a acção formativa positiva, por contribuir com novos métodos de ensino e tendo em conta as necessidades da superação científica e pedagógica destes profissionais para as suas tarefas quotidianas. Ângelo dos Passos enalteceu os esforços desenvolvidos pela direcção provincial da Educação, Ciência e Tecnologia na região, que tem contribuído para o crescimento da rede escolar aos mais variados níveis de ensino, permitindo, deste modo, a  luta contra o analfabetismo.

Tempo

Multimédia