Províncias

Quadros sanitários fazem formação

Fernando Neto | Nkunga Paza

O Governo Provincial do Zaire criou uma comissão encarregada de encontrar mecanismos que permitam a formação de quadros para o futuro hospital de Mbanza Congo que está em construção.

O Governo Provincial do Zaire criou uma comissão encarregada de encontrar mecanismos que permitam a formação de quadros para o futuro hospital de Mbanza Congo que está em construção.
O director técnico do hospital do Zaire, um dos membros da comissão de formadores, disse ao Jornal de Angola que a província tem um elevado défice de quadros na área da saúde, o que causa dificuldades ao funcionamento das unidades do sector.
Domingos da Silva afirmou que essa dificuldade se deve ao número reduzido de vagas disponibilizadas para a região e que um programa de formação a curto, médio e longo prazo pode resolver o problema.
A formação a curto prazo, destinada ao pessoal já com alguma experiência, vai incidir sobre o manuseamento dos equipamentos para permitir o início do funcionamento do hospital sem grandes dificuldades.
O processo de formação, referiu, deve contemplar os enfermeiros que tenham a 10ª e 11ª classe. O governador Joanes André anunciou que a partir de agora 87 jovens vão ser encaminhados anualmente para as várias Faculdades de Medicina do país. O Governo do Zaire elaborou um programa de construção de três Institutos Médios de Enfermagem nos municípios do Soyo, Tomboco e Nzeto. Na província está em construção um hospital com 377 camas.  

Tempo

Multimédia