Províncias

Realizadas acções contra a malária

Kayla Silvina | Mbanza Congo

As autoridades sanitárias da província do Zaire diagnosticaram de Janeiro a Maio 68.971 casos de malária e 112 resultaram em óbitos, informou ontem em Mbanza Congo a supervisora provincial do Programa de Luta contra a doença.

Maria Augusta disse que as mortes foram registadas nos municípios do Soyo, 38 óbitos, Nzeto (19), Cuimba (17), Nóqui (15), Mbanza Congo (12) e Tomboco (11).
A supervisora provincial referiu estarem em curso vários esforços que visam combater a malária, consubstanciados em campanhas de rastreio e de sensibilização das populações sobre os cuidados que devem ser observados.
Durante os primeiros sintomas da doença, aconselhou, as pessoas devem recorrer imediatamente às unidades hospitalares.
Maria Augusta avançou que decorrem na região outras acções de carácter preventivo, com destaque para as campanhas de combate anti-larval e administração de Facidare a todas as mulheres que acorrem às unidades hospitalares.
Os técnicos de Saúde destacados nos seis municípios têm realizado acções de formação, no sentido de disseminarem a informação nas comunidades sobre o perigo que a doença representa.
 A técnica de Saúde aconselhou a população a dormir sempre debaixo de mosquiteiro tratado com insecticida.
Os hospitais locais dispõem de meios técnicos e medicamentos suficientes, recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), para combater a malária.

Tempo

Multimédia