Províncias

Recolha de resíduos em Mbanza Kongo considerada deficitária

O sistema de recolha de lixo e limpeza da cidade de Mbanza Kongo, na província do Zaire, foi considerado bastante débil pelos munícipes, em declarações ontem à Angop.

Fotografia: Santos Pedro| Edições Novembro

Os entrevistados justificaram a sua afirmação pela alegada deficiência em termos de meios técnicos e humanos, evidenciada pela única empresa que procede a recolha de resíduos sólidos urbanos na cidade.
A doméstica Suzana Nlandu, residente no bairro Sagrada Esperança, refere que, como muitos citadinos da sua área, logo de manhã deposita o lixo no local indicado, mas só é recolhido dois a três dias depois, situação que cria mal-estar entre os residentes, devido ao mau cheiro. A cidadã explica que, fruto das referidas debilidades, na época chuvosa as ruas da cidade permanecem igualmente sujas, porque a água da chuva arrasta o lixo dos depósitos abarrotados, espalhando-os ao longo das principais vias urbanas, uma  opinião corroborada por Tomás António, funcionário público.

Tempo

Multimédia