Províncias

Regime de faltas tem seminário de formação

João Salvo| Saurimo

Funcionários do sector público e privado, no município do Nzeto  participam desde ontem e até amanhã  no  seminário de capacitação sobre “regime de faltas, férias e licenças”, numa promoção da administração local.

Com a duração de dois dias,   a formação pretende  dotar  os participantes de conhecimentos que permitam a melhoria da disciplina laboral e do serviço prestado ao público. No seminário são abordados temas como  a “Assiduidade, pontualidade e ausências”, “regime dos vários tipos de faltas e licenças” e “agravamento de faltas, trâmites de cada processo relativo a faltas e licenças”.
“Faltas com regulamentação específica”, “consequência de não justificação de faltas”, “regime das férias” e “acidentes de trabalho", constam das  matérias em abordagem neste primeiro curso do género. A formação é orientada pelo jurista Vicente Neto, docente de Direito da Universidade  Katyavala Bwila, em Benguela.
Na abertura do seminário, o administrador municipal do Nzeto, Jeremias Timóteo, resumiu em seis conceitos as chaves das temáticas desta formação,  "Gestão estratégica participada, responsabilidade social, desenvolvimento sustentável, ética e código de conduta, governação e planeamento estratégico”.

Sistema de electrificação

O lançamento,na  quarta-feira, do sistema de electrificação comunitária na aldeia do Ngodia, comuna da Serra da Kanda, município do Cuimba,   deixou satisfeitas as autoridades tradicionais da localidade que, pela primeira vez, beneficia  deste bem, desde a Independência Nacional.
O  sistema  funciona à base de pequenos painéis solares e é uma iniciativa do Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação. O coordenador das autoridades tradicionais, Nunu Ntinti Lulendo, disse que o sistema veio substituir as velas e candeeiros.

Tempo

Multimédia