Províncias

Regista menos casos da doença na província

No Zaire foram registados no primeiro trimestre deste ano 130 casos de tuberculose que resultaram em sete óbitos, afirmou, em Mbanza Kongo, a supervisora provincial do programa daquela doença e da lepra.

Mansensa Manseka disse que comparativamente ao mesmo período do ano passado houve menos 11 casos, que a doença afecta sobretudo pessoas entre os 15 e os 40 anos e que em média há diariamente cinco internamentos.
Para reverter este quadro, declarou, o Governo Provincial, em parceria com o programa nacional contra a tuberculose e a lepra, alarga já neste segundo semestre os serviços de tuberculose em várias localidades.
A província tem apenas centros de diagnóstico e tratamento de tuberculose em Mbanza Kongo e no Soyo. O aumento de número de unidades sanitárias, salientou, é antecedida de uma acção de formação de técnicos de saúde. “O governo esta apostado em construir  mais postos e centros de saúde para melhor atender a população da província”.
A supervisora mencionou o consumo excessivo de bebidas alcoólicas e de tabaco, bem como a falta de higiene como as principais causas da tuberculose na província.

Tempo

Multimédia