Províncias

Seropositivos na província com retrovirais disponíveis

Fernando Neto| Mbanza Congo

O responsável do Ponto Focal do VIH-Sida na província do Zaire, Manuel Kai, disse ao Jornal de Angola que estão a ser acompanhados actualmente 346 pacientes seropositivos, dos 536  casos positivos registados em 2013, tendo 37 morrido no ano passado.

Têm sido desenvolvidas várias actividades para se evitar a discriminação e o estigma
Fotografia: Dombele Bernardo

Segundo Manuel Kai, “alguns seropositivos por possuírem CD4 acima de 350 células por milímetro de sangue não apresentam sinais de doença no corpo, como a herpes, tuberculose e manchas na pele que justifiquem a administração de retrovirais e apenas são acompanhados pelos técnicos”. Em 2013, o Ponto Focal do Zaire efectuou 4.826 testes de VIH-Sida, distribuídos pelos municípios do Soyo, com 245 casos positivos, Mbanza Congo 191, Cuimba 35, Nóqui 24, Nzeto 23 e Tomboco, 18.
Manuel Kai disse que os seropositivos recebem o tratamento com anti-retrovirais e as gestantes seropositivas são submetidas aos serviços de prevenção de transmissão vertical para evitar a transmissão da sida da mãe para o filho.
O responsável do Ponto Focal do VIH-Sida na província do Zaire  mostrou-se preocupado com o comportamento sexual de risco de alguns seropositivos que deliberadamente infectam com VIH-Sida outras pessoas e recordou que esta atitude é punível criminalmente.

Tempo

Multimédia