Províncias

Sinal da Rádio Nacional chega às áreas fronteiriças

A população residente ao longo da fronteira de Angola com a República Democrática do Congo (RDC), no município de Mbanza Congo, província do Zaire, está, desde Setembro último, a beneficiar do sinal da Rádio Nacional de Angola (RNA), em perfeitas condições de escuta, informou, segunda-feira, fonte da emissora local.

Na província do Zaire a RNA beneficiou de novos equipamentos para expandir o sinal
Fotografia: Santos Pedro

A população residente ao longo da fronteira de Angola com a República Democrática do Congo (RDC), no município de Mbanza Congo, província do Zaire, está, desde Setembro último, a beneficiar do sinal da Rádio Nacional de Angola (RNA), em perfeitas condições de escuta, informou, segunda-feira, fonte da emissora local.
Em declarações à Angop, o director da emissora provincial do Zaire da RNA, Pedro Sirdes, assegurou que a melhoria do sinal desta estação radiofónica, principalmente nas zonas fronteiriças com a RDCongo, resulta da instalação de novos emissores e de uma torre de maior altitude.
“A emissora local beneficiou, este ano, de novos equipamentos, sobretudo na área de emissores e de estúdios. Assim sendo, beneficiamos de emissores de 1, 2,5 e 5 kilowatt, contra um emissor de 250 watt”, explicou.
Acrescentou que os novos emissores em funcionamento são sustentados por uma antena de 60 metros de comprimento, contra a anterior de 23, instalada naquela estação radiofónica, o que permite captar o sinal da rádio em óptimas condições.
“Hoje, as nossas emissões vão muito longe. Por exemplo, na parte norte da cidade, o sinal da rádio ultrapassa a comuna fronteiriça do Luvo, que dista 60 quilómetros de Mbanza Congo. Temos recebido o “feed back” através de pessoas que frequentam o mercado fronteiriço”, asseverou.
Pedro Sirdes anunciou para breve a instalação de um novo emissor de onda média, cujos equipamentos e a respectiva torre (antena) encontram-se já na cidade.
Informou igualmente que, no quadro da modernização e expansão do sinal da rádio nacional, a emissora provincial beneficiou de dois novos estúdios apetrechados com equipamentos de ponta.
Para além do sinal da emissora provincial, ouve-se normalmente as emissões do canal A e da rádio 5 do grupo RNA.

Tempo

Multimédia