Províncias

Surto de cólera causa mortes

Várias equipas de saúde estão a prestar toda a assistência médica e medicamentosa às populações nas localidades afectadas pela epidemia de cólera desde o princípio deste mês, na comuna de Kinzau, em Tomboco, e que já provocou dois óbitos, dos 37 casos notificados.

Chefe de secção a Assistência Primária Higiene e Epidemiologia Domingos Dilukila garantiu que a situação está sob controlo
Fotografia: João Soares

Várias equipas de saúde estão a prestar toda a assistência médica e medicamentosa às populações nas localidades afectadas pela epidemia de cólera desde o princípio deste mês, na comuna de Kinzau, em Tomboco, e que já provocou dois óbitos, dos 37 casos notificados.
O chefe de secção de Assistência Primária, Higiene e Epidemiologia, da Direcção Provincial do Zaire da Saúde, Domingos Dilukila, garantiu ontem à Angop que a situação está sob controlo das autoridades sanitárias locais.
Situação idêntica regista-se na ilha do Zola, no município do Soyo, em que foram diagnosticados 283 casos, com 12 óbitos. “É verdade que as localidades de Kinzau (Tomboco) e Zola (Soyo) estão a viver uma situação de presença de casos de cólera. Os primeiros surgiram na ilha do Zola, em Março último”, afirmou. A doença afecta sobretudo a faixa etária dos 18 aos 40 anos. Domingos Dilukila aconselha as populações a continuarem a observar as medidas de higiene, para se evitar o alastramento da doença, que consistem em ferver a água ou desinfectá-la com gotas de lixívia antes de a beber, e usarem as latrinas.

Mulheres assistidas por parteiras tradicionais 
 
Um total de 853 mulheres tiveram partos domiciliares com o auxílio de parteiras tradicionais entre 2009 e Maio deste ano, informou no domingo, na cidade de Cabinda, a secretária provincial da Família e Promoção da Mulher. Mónica Polaco adiantou que a instituição que dirige, em consonância com a secretária da Saúde, promoveu, no mesmo período, nove acções formativas dirigidas a parteiras tradicionais, que contaram com 263 participantes dos quatros municípios da província.
Foram igualmente distribuídos 2.315 kits a parteiras tradicionais, contendo os principais materiais de trabalho hospitalar, como álcool, gazes, mercurocromo, algodão, pinças, água oxigenada, batas, aventais, resguardos, tesouras e lanternas. No mesmo período, a secretaria provincial de Cabinda da Saúde procedeu à sensibilização de 2.384 mulheres para as consultas pré-natais.

Tempo

Multimédia