Províncias

Tuberculose provoca mortes

Kayila Silvina | Mbanza Congo

Mais de dez pessoas morreram, durante o primeiro semestre deste ano, na província do Zaire, vítimas de tuberculose, entre os 309 novos casos diagnosticados pelas autoridades sanitárias da região.

Supervisora diz que a tuberculose é a doença que mais preocupa as autoridades
Fotografia: Garcia Mayatoko|Mbanza Congo

A supervisora provincial do Programa de Luta contra a Tuberculose e Lepra, Mansensa Maseka, explicou que antes do diagnóstico dos 309 novos casos, outros 261 doentes, oriundos de diferentes localidades da região, já recebiam tratamento ambulatório no sanatório do Hospital provincial do Zaire, em Mbanza Congo.
Mansensa Maseka afirmou que, neste momento, a tuberculose é uma das patologias que mais preocupa a saúde pública na província do Zaire e que afecta sobretudo pessoas entre os 15 e os 40 anos, com uma taxa diária de internamento de cinco pacientes.  Muitos dos doentes que dão entrada no sanatório vivem nos municípios do Cuimba, Nóqui e Nzeto.
O director da Saúde, João Miguel Paulo, explicou que, para alterar o actual quadro, o Governo Provincial, em parceria com o Programa Nacional de Luta Contra a Tuberculose e Lepra trabalham na expansão dos serviços sanitários, para a prevenção e tratamento da tuberculose em mais localidades do Zaire.
Adiantou que os hospitais municipais dispõem de áreas específicas para o  diagnóstico e tratamento da tuberculose e actualmente trabalha-se no sentido de levar estes serviços às zonas mais distantes, ao mesmo tempo que é dada formação as novos técnicos de saúde.

Tempo

Multimédia