Províncias

Zaire com infra-estruturas integradas

A primeira fase da edificação de sistemas de abastecimento de água potável, energia eléctrica e redes de esgoto, no município do Nzeto, termina dentro de dois meses.

O responsável da empresa encarregada da obra, Liu Gun, disse que a execução das obras está cumprida em 80 por cento, cinco anos depois do seu início.
As obras, acrescentou, enquadram-se na construção de infra-estruturas integradas do município do Nzeto, província do Zaire.
Liu Gun explicou que a tubagem de água, a partir do rio Mbrigdje até à estação de tratamento e distribuição, num percurso de cerca de oito quilómetros, já está concluída, à semelhança do que acontece com um novo tanque para o armazenamento de água, com capacidade para 100 metros cúbicos.
Quanto ao fornecimento de energia eléctrica à vila, o engenheiro chinês assegurou que foram concluídos os trabalhos de electrificação das principais ruas e que já se encontra instalada uma nova central eléctrica, constituída por sete grupos geradores de 500 KVA cada.
Nesta primeira fase, vão ser asfaltados 2,8 quilómetros de avenida, desde o bairro Mambu Mampa até à sede da Administração Municipal do Nzeto.
Mais de cem trabalhadores, entre angolanos e estrangeiros, estão envolvidos na requalificação da vila piscatória, que fica a 330 quilómetros da cidade de Mbanza Kongo, capital da província do Zaire.

Tempo

Multimédia