Províncias

Zaire regista carência de manuais escolares

Kayila Silvina

A província do Zaire necessita de 283.553 manuais escolares, da iniciação à 6ª classe, para cobrir o número de alunos matriculados este ano lectivo a nível do ensino primário, afirmou, ao Jornal de Angola, o inspector provincial da Educação, Pedro Caio.

Fotografia: Contreiras Pipa | Edições Novembro

“Neste momento a província do Zaire dispõe de 247 mil manuais, para serem distribuídos, gratuitamente, aos alunos, número considerado insuficiente para reduzir a carência que o sector da Educação enfrenta”, acrescentou Pedro Caio.
O director provincial em exercício da Educação, Ciências e Tecnologia, Miguel Ferreira, deixou claro que no início de cada ano lectivo a instituição que dirige distribui manuais escolares, que são recolhidos no fim de cada ano lectivo, com a finalidade de serem redistribuídos no ano seguinte. Entre os manuais constam livros de Língua Portuguesa, Matemática, Geografia, História, Educação Moral, Cívica, Visual e Plástica, incluindo o Estudo do Meio.
Para o presente ano lectivo, o sector da Educação conta com 150 mil alunos em diversos níveis de ensino, cujas aulas são ministradas por quatro mil professores.
Zaire, segundo dados estatísticos, conta com 306 escolas do ensino primário, I e II ciclos, o que perfaz um total de 2.201 salas de aula.
A província conta ainda com duas escolas de formação técnica e média de saúde e outra para formação de professores, uma escola de formação técnica no ramo dos petróleos, bem como um Instituto Médio de Gestão Administrativa.

Tempo

Multimédia