Casos suspeitos de cancro são enviados para Luanda

André Brandão | Ndalatando
19 de Maio, 2017

Fotografia: Fernando Camilo | Edições Novembro

O Núcleo Provincial de Oncologia do Cuanza Norte transferiu para Luanda 14 casos pessoas com suspeitas de padecerem de cancro, entre os quais da mama, próstata e nódulos, informou ontem o supervisor provincial.

Francisco Cahango disse que, durante o primeiro trimestre deste ano, o Centro Provincial de Oncologia efectuou 88 testes de cancro, dos quais 64 de mamografia, 13 nódulos da mama e cinco despistes da próstata. Dos casos suspeitos transferidos para Luanda, informou Francisco Cahango, constam dez de cancro da mama, dois do colo do útero e igual número da próstata.
Francisco Cahango disse que a situação do cancro na província do Cuanza Norte está controlada, a julgar pela formação de mais técnicos em todos os municípios, que têm estado a detectar os casos de cancro, sendo os nódulos os mais frequentes na província.
Francisco Cahango disse que o que mais preocupa na província do Cuanza Norte é a inexistência de um laboratório de rastreio, situação que tem causado transtorno aos pacientes e técnicos. O Centro Provincial de Oncologia funciona nas antigas instalações do centro materno-infantil, com duas salas, apoiado por três técnicos de despistes do cancro da mama e duas especialistas que concluíram recentemente o curso.
Francisco Cahango disse que, para reduzir todos os tipos de cancro, os técnicos do Centro Provincial de Oncologia estão a dar formação em todas as periferias dos municípios, levando a informação de como se manifesta a doença e como pode ser detectada nos diversos estágios.
“Como a província ainda não tem um laboratório específico, os casos suspeitos e graves são enviados para o Centro Nacional de Oncologia, em Luanda”, disse Francisco Cahango que lamentou a abstenção dos homens, com mais de 40 anos, em realizar  exames   à próstata ou toque rectal.
O supervisor lamentou  que muitas pessoas deixaram a doença avançar para um estado  crítico e só depois procuram ajuda hospitalar, solicitando a todos a procurarem os serviços de saúde tão-logo notem alguma anomalia corporal.

capa do dia

Get Adobe Flash player



ARTIGOS

MULTIMÉDIA