Programa de comércio rural está a estimular a produção

Juliana Domingos | Huambo
17 de Abril, 2013

Fotografia: Jornal de Angola

O Programa de Aquisição dos Produtos Agropecuários (PAPAGRO) tem por objectivo estimular a produção alimentar, diversificar a economia familiar e promover o crescimento da economia comunitária, afirmou ontem o vice-governador do Huambo para o sector político e social.

Guilherme Tuluca, que falava no acto de abertura do primeiro seminário provincial de consulta e concertação sobre o comércio rural, que decorre sob o lema “Revitalização do Comércio Rural: via directa para crescer mais e distribuir melhor”, disse que o PAPAGRO tem como estratégia o envolvimento de todos os agentes, singulares ou colectivos, da forma mais abrangente possível, para assegurar a absorção, comercialização, aprovisionamento e fornecimento de produtos essenciais. O vice-governador lembrou que o comércio rural em Angola foi um factor de crescimento económico ao longo de várias décadas e garantiu a subsistência alimentar das populações e auto-suficiência em produtos agro-pecuários.
“A produção de cereais, tubérculos, leguminosas, hortícolas diversos, com destaque para o milho, trigo, feijão, soja, batata rena e doce, mandioca, inhame, além da produção de carne avícola, suína, caprina, ovina e bovina, associada à produção de frutícolas, como citrinos, café, banana e muitas outras, fizeram de Angola colonial uma economia forte, que fez crescer e prosperar o império português”, prosseguiu o vice-governador.
Guilherme Tuluca considerou a revitalização do comércio rural um imperativo da diversificação da economia comunitária e do seu desenvolvimento sustentável, ao mesmo tempo que garantiu o fornecimento de todo o tipo de apoio técnico e tecnológico por parte de todas as instituições do Executivo, aos diferentes níveis.

capa do dia

Get Adobe Flash player


FALTAM 26 Dias

Saiba Mais

NEWSLETTER

Receba a newsletter do Jornal de Angola no seu e-mail:

SIGA-NOS RSS

MULTIMÉDIA