Arquivo

Filtrar por Data

Foi-se o homem, ficou o Ibuprofeno

Stewart Adams poderia ter tido facilmente outro trabalho. Quando saiu da escola, com 16 anos, em Northamptonshire, na Inglaterra, não tinha ideia do que ia fazer no futuro. Começou a trabalhar como aprendiz na companhia farmacêutica Boots Pharmaceuticals e a sua carreira arrancou neste momento: licenciou-se em Farmácia, pela Universidade de Nottingham, e depois prosseguiu para um doutoramento em Farmacologia, já na Universidade de Leeds.

Tempo

Multimédia