Arquivo

Filtrar por Data

Albinos pedem saúde gratuita

Ao narrarmos histórias da nossa infância, vulgarmente se comenta que então “éramos felizes e não sabíamos”, mas, se tivermos coragem para nos darmos ao trabalho de aguçar um pouco mais a memória, decerto daremos conta de actos que então praticávamos na maior das inocências, diante dos quais, hoje em dia, resta-nos concordar que era tão grande a nossa ignorância e que, se desconhecendo a felicidade de alguns momentos, tínhamos de tal forma as mentes moldadas pelos preconceitos que nos permitíamos a tratar mal o nosso semelhante, assim que detectássemos nele a mais simples diferença.

Cabinda na rota do crescimento

A então vila Amélia, hoje “Cidade de Cabinda”, que a 28 de Maio, do  longínquo ano de 1956, por portaria exarada pela antiga administração colonial portuguesa, ascendeu à categoria de cidade, se comparada, de ponto de vista do seu crescimento so-cial, de lá para cá, evoluiu substancialmente, a julgar pela rede de infra-estruturas, quer imobiliárias, quer rodoviárias que hoje já ostenta, proporcionando uma melhor qualidade de vida e um digno lugar para se continuar a viver com dignidade.

Tempo

Multimédia