Reportagem

Cuito Cuanavale em desenvolvimento

Carlos Paulino | Cuito Cuanavale

Passados 29 anos desde a célebre batalha entre os militares das extintas FAPLA e as tropas do regime do apartheid da África do Sul e 15 anos da conquista da paz efectiva, o município do Cuito Cuanavale, na província do Cuando Cubango, continua a registar um desenvolvimento socioeconómico significativo que deixa os seus habitantes orgulhosos.

Reabilitação e ampliação do aeroporto 23 de Março
Fotografia: Nicolau Vasco|Edições Novembro|Menongue

Actualmente, os extensos campos que estavam contaminados com minas anti-tanque, anti-pessoal e uxos, ou seja, engenhos explosivos não detonados, estão a ser transformados em zonas de cultivo e a albergar infra-estruturas sociais que melhoraram consideravelmente as condições de vida da população. Um dos principais ganhos recai para a Fazenda Agro-industrial do Longa, que foi instalada num campo que durante a guerra assolou o país e vários combates e estava completamente minado, no qual, depois do processo de desminagem, o Executivo  investiu cerca de 76 milhões de dólares americanos e que desde 2012 tem produzido arroz em grande escala, no sentido de reduzir significativamente a importação deste cereal mais consumido no mundo.
A Fazenda Agro-Industrial do Longa constitui um dos grandes postais de visita da província do Cuando Cubango e em particular do município do Cuito Cuanavale, tendo em vista que a mesma deixa admirado qualquer visitante nacional ou estrangeiro devido ao vasto campo verde e à indústria montada de produção de arroz A reportagem do Jornal de Angola apurou que, dos 35.610 quilómetros quadrados de extensão territorial do município do Cuito Cuanavale, que dista 189 quilómetros a sudeste da cidade de Menongue, cerca de 70 quilómetros quadrados estão livres de engenhos explosivos e oferecem muita segurança para a implementação de importantes projectos e a livre circulação de pessoas e bens. 
O município considerado heróico devido à Batalha do Cuito Cuanavale conta com uma população estimada em 38.588 habitantes, segundo os dados definitivos do censo geral da população e habitação realizado em 2014, e tem merecido uma atenção especial do Executivo na construção e reabilitação de infra-estruturas sociais, tendo em vista o seu  contributo para a abolição do regime do apartheid na África do Sul, a libertação de Nelson Mandela e a independência da Namíbia.
Desde o alcance da paz em 2002, o município beneficiou da reabilitação e ampliação do aeroporto 23 de Março e de 189 quilómetros de estrada até a cidade de Menongue, da construção de uma central de captação e distribuição de água potável, de uma central térmica de 7,5 megawatts, centro médico, postos de saúde e mais de dez escolas.
A localidade do Cuito Cuanavale ganhou igualmente a Fazenda Agro-Industrial do Longa destinada à produção de arroz em grande escala, asfaltagem das ruas da sede municipal, um palácio e o edifício da administração, a construção de seis pontes sobre o rio Cuito e duas sobre Luassingua e Sovi, 65 residências sociais do tipo T3 e 30 casas para os idosos.
O município conta também com 25 casas protocolares, uma agência do Banco de Poupança e Crédito (BPC), Balcão Único de Empreendedor (BUE) e da Unitel, uma loja de registo civil, um pavilhão de artes e ofícios, um armazém comunitário, uma hospedaria, restaurante e estabelecimentos comerciais, entre outras infra-estruturas.
Outro ganho imensurável recai para o Memorial à Vitória da Batalha do Cuito Cuanavale, inaugurado pelo Presidente República, José Eduardo dos Santos, e que constitui um grande postal de visita para turistas nacionais e estrangeiros.
Construído numa área de 3,5 hectares, equivalente a três campos de futebol 11, o projecto que retrata os momentos da Batalha do Cuito Cuanavale, agrupa, entre outros elementos, um conjunto escultórico na praça memorial, composto por monumento dos soldados, monumento da bandeira e a parede dos heróis, erguida com o intuito de eternizar a grandeza e o sacrifício dos angolanos que lutaram contra as tropas do regime do apartheid que vigorava na África do Sul.
Neste momento, está em curso a construção de um hospital municipal que vai ter capacidade de 70 camas de internamento, a conclusão de sete quilómetros de estradas no troço Menongue/Cuito Cuanavale e estancamento de ravinas.

Rei Bingo Bingo

A autoridade do Cuito Cuanavale, Bingo Bingo, disse que, neste momento, a sua área de jurisdição oferece excelentes condições para a prática de agricultura em grande escala, tendo em vista que o processo em curso de desminagem no município permitiu limpar vários campos agrícolas que estavam contaminados com muitos engenhos explosivos.
"Hoje, as pessoas estão a circular livremente no município do Cuito Cuanavale, devido ao grande esforço empreendido pelo nosso Governo, que tudo tem feito para a melhoria das condições de vida da população”, disse, acrescentando que, anteriormente, devido ao conflito armado e à histórica Batalha do Cuito Cuanavale, a sua localidade era considerada como uma das mais minadas a nível do país e de África em geral.
Bingo Bingo disse que, com este grande ganho que o município tem estado a conhecer nos últimos tempos, com o processo de desminagem, os camponeses querem aproveitar os campos livres de minas para transformarem em grandes terras de cultivo de milho, massango, massambala, arroz, mandioca, repolho, couve, tomate, cebola, batata-doce e rena e alface, entre outras culturas.

                                                                     Terra arável e muita água
Neste momento,
temos terras aráveis e água em abundância para produzirmos muita comida a nosso a nível do nosso município, mas o que nos falta são apenas instrumentos agrícolas, como sementes, fertilizantes, adubos, charruas de atracção animal e tractores para que possamos contribuir também para o programa do Governo de diversificação da economia nacional”, disse.
Bingo Bingo elogiou o Executivo por estar a direccionar nos últimos tempos uma atenção especial ao Cuito Cuanavale, com a construção e reabilitação de importantes infra-estruturas sociais que estão a mudar significativamente a vida da população.
 
Reforço na desminagem

O ministro da Assistência e Reinserção Social (Minars), Gonçalves Muandumba, garantiu que o sector que dirige tem um programa especial para o reforço do processo de desminagem a nível do município do Cuito Cuanavale, sobretudo no triângulo do Tumpo e na área onde vai ser construído o parque temático.
“Para o efeito, vamos continuar a criar todas as condições necessárias para que, efectivamente, se possa desminar mais campos para a diversificação da economia”, disse, lembrando que a sua instituição realizou este ano uma conferência nacional de desminagem onde foram traçadas as orientações e metas para acelerar o processo de remoção de minas a nível da província do Cuando Cubango e do Cuito Cuanavale em particular.
O Cuito Cuanavale, reconheceu, é uma localidade que acolheu violentos combates, que deixaram muitas minas e outros engenhos explosivos de grandes proporções, que impedem ainda a livre circulação de pessoas e mercadorias em toda a extensão do município. 

Tempo

Multimédia